Quarta-feira, 13 de Junho de 2012

Mantenha as portas abertas na hora de pedir demissão

 

Se está na hora de pedir demissão - seja por motivos de desavença ou por ter conseguido uma colocação melhor em outra companhia - é preciso ficar atento a certos erros corriqueiros que podem ser evitados. Erros que podem queimar sua imagem, ainda que você tenha trabalhado durante anos de maneira exemplar. Se na hora de deixar a empresa você pisar na bola, pode por tudo isso pelo ralo e fechar as portas, além de ser visto como alguém não confiável. Para ajudá-lo, o Universia consultou diversos profissionais do mercado que dão dicas para que as atitudes que você tomar nessa hora não atrapalhem seu futuro profissional.

 

»Confira os erros que você não pode cometer nas mais variadas fases de sua carreira

 

 Falta de preparo para a última conversa

"Quando for pedir demissão estaja preparado. Ou seja, seja direto, objetivo e educado. A primeira pessoa a saber sobre a sua intenção de se desligar da empresa deverá ser o seu chefe imediato. Não é necessário espalhar a notícia pela organização, deixe que a empresa se preocupe com isso. Procure não deixar seu chefe ou a companhia 'na mão', na medida do possível. Ao pedir o seu desligamento, agradeça a oportunidade de ter trabalhado no local, procure ser positivo e, se possível ou necessário, dê sugestões para melhorias no desenvolvimento da empresa."

 

Ezequiel Izidro Duran, Gerente de Recursos Humanos - Instituto Mauá de Tecnologia

 

 

 Ser precipitado

"Um erro que acontece com freqüência principalmente com pessoas mais jovens é o pedido de demissão feito no calor de uma desavença, seja com superiores, com algum colega de trabalho ou mesmo por alguma questão interna da empresa. Quando se sai sem ter um novo emprego, é mais difícil conseguir outro trabalho e poderá demorar certo tempo para conseguir. Em muitos casos com salário inferior ao recebido anteriormente. Portanto, pedir demissão no calor de uma discussão ou situação não é uma decisão acertada. Depois de passar aquele momento e com a cabeça mais tranqüila, normalmente a pessoa terá a sensação de ter se precipitado, só que será tarde e não conseguirá reverter esta decisão."

 

Mauri Fontes, Analista de Recursos Humanos Sênior - Colgate-Palmolive

 

 

 Dar detalhes

"Não é necessário dar detalhes demais sobre o novo emprego. ? possível ser discreto, não é preciso dizer quanto vai ganhar, as funções que irá exercer e os benefícios que terá. Se portar com discrição sempre garante que o profissional não passe dos limites em nada. Vai manter um padrão para ter sempre portas abertas com aquela empresa, ou aqueles profissionais".

 

Luciana Corrêa, gerente de marketing - Manserv

 

 

 

 Falar mal de profissionais ou da empresa

"Nunca fale mal da empresa. As pessoas acham que porque estão saindo podem dizer de tudo, mas ao interromper um contrato de trabalho deve haver bastante maturidade e respeito. Agradeça as experiências que a empresa te proporcionou no tempo em que esteve lá. Jamais fale mal dos profissionais nem da empresa como um todo."

 

Marta Misina, Diretora de Recursos Humanos - Zambon Laboratórios Farmacêuticos

 

 

 Ficar em dúvida se quer sair da empresa 

"Existem pessoas que por qualquer problema encontrado querem pedir demissão. A solução para não se arrepender é ter muita convicção de que não se quer mais trabalhar naquela empresa. Ao pedir demissão, em alguns casos, é oferecida uma contraproposta, como ajustamento, promoção, entre outros. Se você pediu demissão e continuar no trabalho sem ter certeza se era aquilo que queria pode se tornar um profissional desmotivado. Ao ficar neste trabalho, a pessoa pode perder a oportunidade de tentar um novo desafio em outro lugar."

 

Luis Antônio Covo Martines, Especialista em logística - Copersucar

 

 

 Ser desonesto com seus superiores

"Ao pedir seu desligamento, seja sincero e esclareça os reais motivos cordialmente, demonstrando profissionalismo. Assim será possível deixar as portas abertas para futuros contatos e referências. Também é importante prestar atenção em suas atividades diárias, organizando sua rotina e procurando deixar poucas pendências para seus colegas. Não espalhe a notícia, comunique primeiramente seu superior imediato. O mais correto nesta situação é avisar com certa antecedência para que a empresa possa se preparar e arrumar pessoas para cobrir suas atividades."

 

Andrea Madaleno, Consultora de Desenvolvimento de Recursos Humanos - Bayer SA

 

 

 Ser grosseiro

"Evite todo tipo de grosserias, como se utilizar de palavras de baixo calão e ataques pessoais. O respeito deve ser sempre mantido independentemente da situação. ? ideal ser sempre claro e objetivo, buscar usar sempre a verdade. ? necessário expor o porquê se está agindo dessa maneira, mostrar o porquê não se vê mais como parte do escopo da empresa e o porquê de aquele lugar não ser mais interessante para seu crescimento profissional".

 

Raphãl Leandro da Silva, Coordenador de Suporte - Accurate Software

 

 

 Deixar pendências

"Não se deve desmerecer a empresa de onde se está saindo. ? sempre bom sair pela porta da frente e evitar deixar algum mal entendido. Esta situação evita mal estar caso algum dia que você venha a voltar à organização. ? importante comunicar a companhia com antecedência para que as pessoas não sejam pegas de surpresa, e para que possam colocar outro profissional no lugar. ? preciso ser transparente, você deve deixar claro que é uma pessoa de mercado, para que saibam que você está sempre aberto a novos desafios e neste momento estará fora da empresa".

 

Marcelo Santos de Almeida, Supervisor de Vendas - Basf

 

 

 Mostrar que está saindo por causa de dinheiro

"Um erro grave no momento de pedir demissão é mostrar ao antigo chefe que você está saindo por causa de dinheiro. Isto deixa a impressão de que você não dava valor algum ao seu emprego anterior. Seu chefe pode te encontrar no futuro, além disso, dependendo do andamento da conversa e as necessidades da empresa, pode ser tomado outro rumo do tipo: 'Fica que aumentamos o seu salário'. Sempre deve-se tomar muito cuidado nessa última conversa e mostrar-se muito motivado com a antiga empresa, essa última conversa é primordial."

 

Rafãl Medice Lopes da Conceição, Analista de Negócios (TI) - Nazca distribuidora de Cosméticos

 

 

 Não cumprir o aviso prévio 

"Muitas vezes a pessoa pede demissão e amanhã ela já não quer mais vir à empresa, não quer cumprir o aviso prévio. A falta de comprometimento, até mesmo no cumprimento deste período, complica a situação da empresa que tem este tempo para transmitir as funções ao novo funcionário. No caso de ele precisar de uma referência isso vai depor contra e pode até mesmo fechar as portas para oportunidades futuras"

 

Carla Rossi, Coordenadora de Recrutamento e Seleção - Atos Origin 

 

Fonte: http://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2011/03/31/421212/mantenha-as-portas-abertas-na-hora-pedir-demisso.html?goback=%2Egde_1785224_member_121690539

 

 

sinto-me:
publicado por momentoskatia às 12:56

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Serás mãe...

. Conversa entre vô e neto....

. Sobre a morte e o morrer ...

. A mãe do pai

. Essência...

. 12 dicas de um médico jap...

. Cuidado com nossos filhos...

. Aviso importante!!

. Pense bem...

. Apenas faça...

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds