Domingo, 1 de Julho de 2012

Cuidando das Frutas

A natureza foi pródiga ao esculpir e colorir as frutas: tanto assim, que foi num punhado delas que alguns poetas se inspiraram para cantar e definir a beleza de suas deusas.
Mas tão bem as descreveram e tão suculentas pareceram, que a cotação subiu no mercado, fazendo com que levassem suas "uvas"e os poetas acabaram perdendo suas inspiradoras.
Mas, e a maçã? Seria mesmo um fruto proibido?
Não sei.
 O fato é que, depois de Adão e Eva a terem comido, passou a será fruta mais desejada por este mundo todo...
COMO SABOREAR UMA FRUTA
Do ponto de vista nutritivo, as frutas não têm contra-indicação; todas são de fácil digestão, podendo-se unir umas às outras, bem como serem utilizadas com leite.
Mas, numa mesa requintada, onde um pequeno talher especial aparecerá à sua frente, é preciso saber como saborear uma fruta. Com a mão, pode-se comer as de pequeno porte, como jabuticabasmorangoscerejasuvasameixasnêsperas etc.
tangerina é descascada com a faca, ou cortada em 4, e seus gomos destacados com o talher.
Para um correto manuseio, o garfo deverá ficar na mão esquerda, com os dentes sempre voltados para baixo, para espetar a fruta e levá-la à boca; a faca na mão direita. Assim se faz para comer laranjamelanciapêramamãomaçã etc. O melão, quando servido como prato de entrada, é comido com talher de sobremesa, e quando servido em bolinhas, em taças, usam-se a colher e o garfo para ajudar.
caqui, parte-se ao meio: quando mole, isto é, bem maduro, come-se com a colher; quando bem durinho, utilizar o garfo e a faca normalmente.
fruta-de-conde, também partida ao meio, é saboreada com ajuda da colher de sobremesa; a banana é descascada com o talher e depois cortada em pedaços, e levada à boca com o garfo.
No caso de frutas servidas em taças, usa-se o garfo na mão esquerda para auxiliar a colocar os pedaços na colher que os levará à boca. Nas compotas, o garfo poderá ser introduzido nas taças, para segurar a fruta enquanto é cortada pela colher.
A colher de chá só é permitida, em substituição à espátula, no serviço de sorvete.
FRUTAS COZIDAS — Se estas frutas tiverem perdido o sabor original, experimente molhá-las com suco de laranja ou de limão antes de servir; elas assim ganharão um sabor delicioso.
FRUTAS CRISTALIZADAS — Estas frutas, que vão ficar guardadas por algum tempo, não vão melar e colar entre si se forem guardadas dentro da lata do açúcar (o que será ótimo, pois elas vão evitar que o açúcar fique empedrado) ou em recipiente fechado e bem polvilhado com ele.
Essas frutas, depois de guardadas por muito tempo, acabam ficando duras e ressecadas.
Isso não quer dizer que elas estejam estragadas, por isso nem pense em jogá-las fora.
Coloque as frutas numa panela com um pouco de água e deixe ferver por algum
tempo em fogo lento.
Elas vão ficar macias, e poderão ser aproveitadas em bolostortaspães docessorvetes, ou ainda serão um gostoso e sofisticado acompanhamento para carnes assadas.
FRUTAS FRESCAS — Para impedir que uma fruta perca a cor depois de descascada, borrife-a com suco de limão ou de abacaxi.
FRUTAS SECAS — Estas frutas não devem ser guardadas em geladeira.
Experimente guardar algumas junto com o açúcar, num recipiente bem fechado; o açúcar não empedra, e as frutas ficarão mais gostosas.
As uvas passas, quando utilizadas em doces, ficarão mais macias e saborosas se, após lavadas, forem colocadas numa peneira ou escorredor sobre o bafo de uma panela com água fervendo. Deixe por 5 minutos, recebendo esse vapor, e depois esfrie e empregue-as.
O mesmo processo é usado para retirar caroços de ameixas-pretas.
SEGREDOS DAS FRUTAS
As frutas também têm suas manhas e segredinhos, que aos poucos vamos desvendando na conservação, na melhor maneira de degustá-las, de usá-las, além de se descobrir como amadurecê-las quando ainda verdolengas. Vamos a elas?
Em primeiro lugar, evite que as frutas que ficam nas fruteiras apodreçam, colocando dentro dessa fruteira alguns dentes de alho, cortados em 2 partes.
ABACATE — Conservação — Sendo uma fruta muito perecível, é natural que sua polpa escureça logo depois de aberta; por isso, alguns cuidados teremos que tomar, para que isso não aconteça. Use um dos seguintes procedimentos, quando tiver que guardar uma metade de abacate cortado:
* Passar um pouco de limão ou vinagre na sua superfície.
* A manteiga também poderá ser usada.
* Passar farinha de trigo ou farinha de rosca nas partes descobertas.
* A metade do abacate cortado que sobrou ou o abacate descascado não vão
escurecer se forem guardados assim: recoloque o caroço no seu lugar (no abacate), do jeito que o tirou, isto é, sem limpar nem lavar, e envolva todo o abacate em um invólucro ou plástico, ou papel alumínio, hermeticamente fechados, colocando-o na geladeira.
* Sempre que preparamos o delicioso creme de abacate o fazemos em cima da hora e na quantidade exata porque, mesmo guardado na geladeira, ficaria logo com a parte de cima escurecida, o que deixaria um desagradável gostinho amargo.
* Mas pode-se preparar tranqüilamente esse creme até com algumas horas de antecedência, sem alterar a cor ou o paladar.
* Para isso, basta enfiar no centro do prato o caroço inteiro do próprio abacate, como ele foi retirado da fruta, isto é, sem limpar nem lavar; guarde o creme na geladeira até a hora de servir, quando então se retira o caroço.
* Mas se você se distraiu e jogou fora o caroço, pode guardar esse creme em vasilha plástica com tampa bem fechada, tirando bem o seu ar.
* O creme de abacate também não vai escurecer nem amargar, colocando dentro dele uma colher (dessas de sopa) de aço inoxidável, que só deve ser retirada na hora de servir.
Em todas essas sugestões, sejam as do abacate cortado ou do creme, eles devem ser guardados na geladeira.
Amadurecer—Se o abacate que tem em casa ainda está meio verde, e você está louca para comê-lo, faça-o amadurecer mais rapidamente, guardando-o mergulhado dentro da farinha de trigo. Ou, então, coloque-o dentro de um saco de papel bem fechado (não na geladeira), onde se colocou também 1 maçã madura.
Abacateiro — Se quiser que o abacateiro que tem no quintal dê bastante abacate no próximo ano, pegue um facão ou uma machadinha e dê várias lanhadas ao redor do seu tronco. O pé vai ficar tão carregado que você poderá até presentear os amigos com os abacates do seu quintal.
Ele também vai ficar carregadinho de frutos se tiver outro abacateiro plantado por perto.
ABACAXI — Quando preparar sorvete ou gelatina com esta fruta ao natural, é necessário fervê-la previamente ou cozinhar seu suco ou polpa; caso contrário, ela não se solidificará. E aproveite a casca deixando-a ferver bastante tempo com pouca água e açúcar, até obter um xarope.
Coe e guarde na geladeira, misturando com água na hora de servir. É um ótimo refresco.
AMÊNDOA — Retira-se facilmente suas peles mergulhando as amêndoas por 3 minutos em água fervente. Escorrer e pôr água fria, porque assim também ficarão branquinhas.
BANANA—É a mais completa das frutas; é a que contém maior quantidade de vitaminas e sais minerais.
Todos apreciam uma banana coada com açúcar e canela; mas, ao cozinhá-la, não deixe de colocar na panela um pedaço de limão, a fim de que a nódoa não grude na panela, facilitando assim sua limpeza.
Se a bananeira do seu quintal deu cachos pequenos ou bananas miúdas, depois de cortado o cacho de banana corte a bananeira bem rente ao chão (ao rés do chão).
Verá, então, que da próxima vez as bananas virão bem maiores e mais bonitas.
Amadurecer — As bananas verdolengas vão amadurecer bem mais depressa se forem deixadas junto delas 1 ou mais bananas maduras.
CAQUI — Para que você não espere muito tempo para comer um caqui que ainda está meio verde, basta fazer um furinho junto ao seu cabinho e colocar aí 1 gota de vinagre ou de álcool. Ele vai amadurecer logo, logo.
CASTANHA (DE NATAL) — Ao cozinhar castanhas, acrescente à água 1 colher (sopa) de banha ou de óleo; assim, depois de cozidas as peles se soltarão toais facilmente.
Antes de levar as castanhas para cozinhar, faça primeiro, em cada uma, um Pequeno corte na parte chata; além de também facilitar a retirada das cascas, as castanhas vão cozinhar mais rápido e por igual.
Mas, para que elas não se quebrem, coloque-as na água da panela somente quando a água estiver fervendo.
E não deixe de colocar 1 punhadinho de erva-doce na água do seu cozimento, porque assim elas ficarão com o "doce" bem mais acentuado, e, por isso, mais saborosas.
CASTANHA-DO-PARÁ — Deixando as castanhas por alguns minutos no forno e em seguida esfregando-as com um pano, as peles sairão todinhas. Se elas forem cozidas em panela de pressão, escorra sua água quente, e logo em seguida mergulhe-as em água gelada, deixando por algum tempo. Verá como suas cascas sairão facilmente.
COCO — Para saber se um coco está bom, sacuda-o perto do ouvido, para escutar o barulho de sua água; ao comprar, escolha o que tem mais líquido; os secos já não servem mais. Também se conhece o coco bom, batendo na casca com um objeto duro; se o som for oco, não servirá para consumo.
O coco fresco fechado conserva-se por 2 meses; mas quando aberto, deverá ser consumido logo. Quando utilizar apenas uma parte do coco descascado, guarde o que sobrou dentro de uma vasilha tampada, com água bastante para cobrir. Desta maneira os pedaços se conservarão frescos por 2 a 3 dias, tendo somente o cuidado de trocar a água a cada dia.
Guardar de preferência na geladeira.
O coco solta mais facilmente da casca quando bem aquecido sobre a chama do fogo antes de ser quebrado.
Quando desejar uma massa mais fina de coco, deve-se ralar pela parte côncava, ou seja, a parte arredondada que fica grudada na casca.
Se um coco for comprado já ralado (fresco) deverá ficar guardado dentro de saco plástico na geladeira; poderá durar de 3 a 4 dias. Se for comprado seco, durará mais tempo.
Não rale seus dedos junto com o coco (ou cenoura, parmesão etc); use para isso um dedal de metal.
Para se tirar mais facilmente o leite de coco da garrafinha, é só enfiar um canudinho (de refresco) até o fundo da garrafa para entrar ar.
FIGO — Este fruto é vendido coberto por um pozinho branco (sulfato de cobre, e que é venenoso) para protegê-lo das pragas. Ao comê-los não os lave, pois o pó, se dissolvendo com a água, poderá penetrar facilmente dentro do figo; apenas descascar (nunca comer a casca) e retirar um pedaço de cima, onde o figo está exposto ao ar. Poderá comê-lo, também, cortando-o pela metade, e com auxílio de uma colher.
Figo verde — Se você ainda tem o antigo hábito de descascar figos verdes (com faquinha ou gilete) para fazer seu delicioso doce (em calda ou cristalizado), evite, então, que o leite dos figos queime seus dedos ou toda a sua mão, passando neles, antes de começar a descascar, um pouco de óleo ou de manteiga.
LARANJA — Se vai mandar à mesa laranjas descascadas inteiras, não deixe que elas estraguem ao retirar suas membranas brancas. Esse trabalho ficará mais fácil e perfeito se, antes de descascar as laranjas, as deixar de molho por 5 minutos em água fervente, ou, se preferir, 5 minutos no forno quente. Depois de descascadas, deixe-as na geladeira até a hora de servir.
Quando a laranja que vai chupar estiver muito azeda, corte-a ao meio (no sentido do comprimento, dos gomos) e esfregue um pouquinho de sal, em ambas as partes, que ela vai ficar docinha.
LIMÃO — Use e abuse do limão. Sendo esta fruta uma das que contêm maior teor de vitamina C , são dela extraídas a pectina e a pectona, extratos esses que, embora um diferente do outro, são usados em laboratórios e indústrias; é grande auxiliar das donas de casa e da medicina.
Comece o dia tomando em jejum 1 copo de água morna com gotas de limão.
Para quem, de manhã, qualquer bebida é motivo de repugnância, uma rodela de limão em bebidas normais facilitará sua ingestão.
Um limão não serve apenas para se fazer uma gostosa limonada. O seu bagaço terá grande utilidade.
Coloque os bagaços na água de enxaguar pratos; também é ótimo para tirar cheiro da panela ou do recipiente onde se cozinhou peixe.
Sempre que usar banho-maria, ou precisar cozinhar ovos, um pedaço de limão ou o bagaço colocado dentro da água evitará que a panela escureça por dentro.
Ao terminar o serviço na cozinha esfregue o bagaço do limão nas mãos, para que fiquem claras e macias.
Se as mãos ficarem com manchas de frutas, uma mistura de limão e vinagre bem esfregada as eliminará.
Limões inteiros — Para se conservar limões frescos inteiros por algum tempo, mesmo por semanas, guarde-os numa vasilha contendo sal.
Eles também podem se conservar perfeitos, até por 2 meses, se forem guardados dentro de um vidro, com tampa de rosca, hermeticamente fechado.
Esses limões verdes também se conservam por muito tempo se forem colocados em vasilhas e cobertos com água, a qual deverá ser mudada diariamente. Eles vão amadurecendo e criando mais sumo.
Mas, se quiser conservar os limões verdes por alguns meses, guarde-os em caixotes entre camadas de areia de rio bem seca, de maneira que fiquem isolados uns dos outros, mas que estejam completamente cobertos.
Limões cortados — O limão cortado se conservará com o mesmo paladar se usarmos os seguintes truques:
Coloque a parte cortada do limão num pratinho e cubra-a com uma xícara.
Guarde na geladeira.
Coloque em um pirex contendo um pouco de água o pedaço de limão, com a parte cortada junto à água. Guarde na geladeira.
O limão partido também se conservará fresquinho colocando a parte cortada num pires contendo vinagre.
Para se obter mais caldo de um limão, principalmente quando estiver meio seco, coloque-o, antes de cortar, dentro de uma panela onde tiver acabado de ferver água, mas já com o fogo apagado, deixando-o assim por 4 a 5 minutos. Depois, é só cortar e espremer.
Se for usar apenas algumas gotas do limão, não há necessidade de cortá-lo; basta fazer um furo com um palito e espremer. Depois, é só "obturar" com um pedaço do próprio palito.
Se o pé de limão carregou muito este ano e não tem como aproveitar tanto suco, faça o seguinte: esprema os limões e guarde todo o suco em garrafas bem fechadas, no congelador.
Verá que, decorridos 6 meses (quando já não é mais tempo de limão), poderão tomar muita limonada com o suco fresco que esteve guardado.
O sumo de limão tira odores, podendo também ser usado para desinfetar feridas, favorecendo sua rápida cicatrização.
E saiba que o limão é uma tinta poderosa para documentos secretos.
Escrevendo-se com suco de limão e uma pena nova as letras somente aparecerão quando a folha de papel for exposta ao sol.
MAÇà— PÊRA — Essas frutas não ficam escuras, quando descascadas para salada de frutas, se forem mergulhadas em vasilhas contendo água fria e suco de limão.
As maçãs não escurecem quando cortadas se, antes de usá-las, forem colocadas por 10 minutos dentro de água ligeiramente salgada.
Para que as maçãs não se desmanchem ao serem assadas no forno, fure-as antes com um garfo em toda a sua volta; evitará que elas percam a forma natural.
MANGA — MANGUEIRA — Se sua linda mangueira quase não deu frutos, faça com que no próximo ano ela fique carregada de mangas. Para que isso aconteça, junte sob ela toda a varredura (lixo) do quintal, e ali mesmo queime todo esse lixo acumulado, sem deixar fazer labaredas. Deverá ir queimando lentamente, para que a fumaça desprendida suba por entre as folhas e galhos. Fazer isso o ano inteiro.
MELANCIA — Muita gente adora melancia, mas não come, porque acha pesada, de difícil digestão. Colocando-se um pouco de açúcar na fatia que se vai saborear ela se tornará bem mais digestiva.
MELÃO — Quando o melão não for doce, e estiver aguado, não use açúcar, e sim pulverize a fatia cortada com 1 pitadinha de sal.
MORANGO — Conservam-se os morangos frescos por alguns dias colocando-os na geladeira, na própria caixa da embalagem, cobertos com papel impermeável ou papel pardo (de pão).
Eles também poderão ser retirados cuidadosamente, separando os que estiverem estragados; os bons e perfeitos colocam-se sem lavar num pirex bem fechado.
Duram pelo menos quatro a cinco dias.
NOZ—Quando houver necessidade de usar nozes inteiras deixe-as antes, por bastante tempo, de molho em água fria. Assim, as cascas não se quebrarão muito, e as nozes serão perfeitas. Ou então deixe-as no congelador por uma noite, e quebre-as ainda congeladas.
Quando uma receita de doce pedir nozes (moídas ou picadas) para juntar a um suspiro batido, é muito importante que essas nozes sejam apenas misturadas, isto é, o suspiro não mais deverá ser batido porque as nozes soltam óleo e o suspiro iria desandar (voltar).
A mesma coisa ocorrerá quando forem misturados amêndoas, amendoins, castanhas de caju ou avelãs.
PERA — Quando for descascar grande quantidade de pêras, proceda como em MAÇÃ, para que elas não escureçam.
Uma pêra que esteja ainda meio verdinha vai ficar logo no ponto, colocando-a dentro de um saco pardo, juntamente com uma maçã madura. Porém, fazer uns furinhos no papel, e deixar em lugar fresco.
PÊSSEGO — Para amadurecerem mais depressa, usar o mesmo procedimento da PÊRA.
PINHÃO — Dê primeiro uma fervura, escorra essa água, coloque nova água fria e leve-o a cozinhar. Sem sal, para que não endureça. Em mais ou menos 40 minutos ele estará pronto e aberto.
SAPOTI—Esta fruta tão gostosa não deve ser plantada perto de casa, porque os morcegos a apreciam muito mais do que nós; é sua fruta preferida.
UVA — Para eliminar aquele pozinho branco que envolve as uvas e as protege (potassa), que, todos nós sabemos, é venenoso, não basta apenas lavá-las; é necessário deixá-las mergulhadas em água açucarada por alguns minutos, para que possamos chupá-las e nos deliciarmos à vontade, sem correr o risco de uma intoxicação.
CONSERVAÇÃO DAS FRUTAS
Se gostou muito das frutas deste ano, escolha algumas e guarde-as até o ano seguinte. Para isso, proceda da seguinte maneira: pegue uma caixa (o tamanho é de acordo com a quantidade de frutas a serem conservadas), e coloque no fundo uma camada de cortiça em pó. Sobre esta vá colocando as frutas (não juntá-las), depois outra camada de pó de cortiça, e assim sucessivamente, sendo que a última camada deverá ser de cortiça e bem espessa, para que cubra tudo muito bem. Guarde em lugar fresco.
Após alguns meses, quando for retirar as frutas da caixa, elas devem ser lavadas. Veja como continuam saborosas e frescas.
ÁRVORES FRUTÍFERAS
Para impedir a infestação de formigas nessas árvores, circunde o tronco, a 10 centímetros do solo, com um cordão formado por fios de lã de várias espessuras, previamente embebidos em solução de nicotina.
Fonte: http://adoromeular.blogspot.com.br/2009/05/cuidando-das-frutas.html
sinto-me:
publicado por momentoskatia às 02:31
link do post | comentar | favorito
|

"Vovó disse que quando se encontra algo bom, a primeira coisa que se tem que fazer é partilhar com todo mundo. Assim, o que é bom se espalha por lugares que a gente nem pode imaginar. O que é certo!" (O aprendizado da pequena árvore)

pesquisar

 

Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Aprenda a calar...

A Importância do Perdão

Pensa numa casa bagunçada...

Amor Maduro

A águia e a galinha

Faça Hoje, Não Amanhã...!...

O tempo...

Só mais 5 minutos...

O furo no barco

Deus

arquivos

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

blogs SAPO

subscrever feeds