Sexta-feira, 16 de Dezembro de 2011

Despedida...

 

(Eu acho esse texto lindo... Concordo com cada palavra e deixo para minha família e amigos no dia que eu passar para a "sala seguinte"...)

 

“A morte não é tudo.

Não é o final.

Eu apenas passei para a sala seguinte.

Nada aconteceu.

Tudo permanece exatamente como foi.

Eu sou eu, você é você, e a antiga vida que vivemos tão maravilhosamente juntos permanece intocada, imutável.

O que quer que tenhamos sido um para o outro, ainda somos.

Chame-me pelo antigo apelido familiar.

Fale de mim da maneira que sempre fez. Não mude o tom.

Não use nenhum ar solene ou de dor.

Ria como sempre fizemos das piadas que desfrutamos juntos.

Brinque, sorria, pense em mim, reze por mim.

Deixe que o meu nome seja uma palavra comum em casa, como foi.

Faça com que seja falado sem esforço, sem fantasma ou sombra.

A vida continua a ter o significado que sempre teve.

Existe uma continuidade absoluta e inquebrável.

O que é esta morte senão um acidente desprezível?

Porque ficarei esquecido se estiver fora do alcance da visão?

Estou simplesmente à sua espera, como num intervalo, bem próximo, na outra esquina.

Está tudo bem!”


 

 

 

 

 

 

 

 

sinto-me:
publicado por momentoskatia às 18:49

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 15 de Dezembro de 2011

VELÓRIO de Loiras

 

     

Estava de passagem por uma capela moderníssima toda em cor de rosas, quando percebi que uma pessoa havia morrido..

 

Fiquei curioso para saber como eram os velórios naquela capelinha.

 

Ao chegar, vi milhões de bouquês de flores - das mais variadas das mais sofisticadas às mais kits - e notei que no caixão estava a morta inteiramente nua, loiríssima, e ao lado um grande pote cheio de creme muitíssimo perfumado, do qual cada uma das presentes - também loirézimas reluzentes - pegava um pouquinho e passava na defunta.

 

Surpreendido pela cena, coisa inusitada, aproximei-me de uma das mulheres e perguntei:

 

- Desculpe-me a ignorância, mas porque estão passando creme na defunta? É tradição aqui?

 

A moça respondeu:

 

- Não! É inédito! Nunca fizemos isso. Ela é que pediu para ser cremada nua!!!!!!!!!!


 (recebi por email)

sinto-me:
publicado por momentoskatia às 10:59

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 2 de Dezembro de 2011

Vida...

 

Depois de algum tempo, após nos ferirmos em 95% das arestas da vida, aprendemos algumas coisas.

 

Talvez seja a tolerância a maior das lições, pois ela nos faz relevar as fraquezas humanas e ignorar tentativas de ofensas em nossa direção. Não valem mesmo a pena. Gastar energia para administrar isso, seria contrariar o antigo dito popular que fala sobre “queimar vela com mau defunto”.

Mas as lições sempre continuarão chegando, pois os 5% restantes de arestas são os mais difíceis e mais demorados para serem vencidos, até o grande salto final em direção a outro lugar do Universo.

 

Aprendemos, durante o caminho, que o brilho do olhar de uma criança possui a riqueza maior que do mais valoroso diamante e que atingir esse estágio de visão novamente é um dos trabalhos exigidos pela vida. E não haverá mais limites para aquele que conseguir fazer com que retorne a pureza em seu coração.

 

Quando chegam as lições, nas suas mais variadas formas, ao compreendê-las, enfim, podemos de manhã olhar o sol e sentir gratidão pela vida e saber, solidamente, sentir as alegrias – mesmo raras – acima de quaisquer tristezas.

 

Curaremos todas as mazelas que jazem pulsando sob as cicatrizes.

Conseguiremos nos perdoar pelo que fizemos quando não deveríamos ter feito e, principalmente, pelo que deixamos de fazer, quando era nosso trabalho a realizar.

 

A lição da paternidade e da maternidade nos ensina duas coisas fundamentais.

Quando surge o primeiro filho, pela primeira vez compreendemos verdadeiramente nossos pais e quando surge o segundo, compreendemos Deus.

Pois descobrimos como amar cada um como se fosse único e os dois (ou mais) ao mesmo tempo. Então nos tornamos humanos de verdade.

 

Há mais perdão em nossos olhos, diante dos erros alheios que encontramos, do que naqueles que nós próprios praticamos. Conseguimos entender o amor e suas ironias, suas exigências, seus paradoxos. Respeitamos a Natureza, por decorar nosso lar chamado Terra, com muita beleza e vida ao nosso redor.

Assim, engajados na sua defesa, tornamo-nos, voluntariamente, soldados do exército de voluntários que clamam por mais respeito a ela. Somos, finalmente, recrutas da vida a caminho da colaboração incondicional de uns para com os outros.

 

Aprendemos muito com a chegada de cada lição, porém, talvez, o maior aprendizado seja o de que todas as lições recebidas devam ser compartilhadas, distribuídas, doadas. Pois só assim haverá sentido na sabedoria adquirida, pois do contrário, não será sabedoria o que existe, mas ignorância com roupa nova. Se as lições forem simplesmente guardadas, jamais exercitadas, serão apenas perda de tempo e sofrimento acumulados.

 

Se as máscaras tiverem mais força que o verdadeiro rosto significará que, queiramos ou não, jamais ultrapassamos mais que 10% das arestas à nossa espera. Significará que exercitamos nosso poder de escolha, optando pela protelação do aprendizado e que deixamos para depois a ultrapassagem dos obstáculos que nós mesmos colocamos em nosso caminho, desde o mais remoto passado.

 

A vida é mesmo assim, quando nos dá as lições, não nos tira a liberdade de gazetear. Porém, jamais deixará de cobrar por isso. O que iremos fazer caberá a cada um de nós decidir.

 

 

Autor: Joaquim Saturnino da Silva (advogado, administrador e instrutor voluntário de motivação do IBPA - INSTITUTO DE PSICOTERAPIA AUTÓGENA. Email josaturnino@aasp.org.br) (recebi por email)

sinto-me:
publicado por momentoskatia às 10:50

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 1 de Dezembro de 2011

O Mundo sem Mulheres!

 

O Mundo sem Mulheres!
(Arnaldo Jabour)


O cara faz um esforço desgraçado para ficar rico pra quê?
O sujeito quer ficar famoso pra quê?
O indivíduo malha, faz exercícios pra quê?
A verdade é que é a mulher o objetivo do homem.
Tudo que eu quis dizer é que o homem vive em função da mulher.
Vivem e pensam em mulher o dia inteiro, a vida inteira.
Se a mulher não existisse, o mundo não teria ido pra frente.
Homem algum iria fazer alguma coisa na vida para impressionar outro homem, para conquistar sujeito igual a ele, de bigode e tudo.
Um mundo só de homens seria o grande erro da criação.
Já dizia a velha frase que 'atrás de todo homem bem-sucedido existe uma grande mulher'.
O dito está envelhecido. Hoje eu diria que 'na frente de todo homem bem-sucedido existe uma grande mulher'.
É você, mulher, quem impulsiona o mundo.
É você quem tem o poder, e não o homem.
É você quem decide a compra do apartamento, a cor do carro, o filme a ser visto, o local das férias.
Bendita a hora em que você saiu da cozinha e, bem-sucedida, ficou na frente de todos os homens.
E, se você que está lendo isto aqui for um homem, tente imaginar a sua vida sem nenhuma mulher.
Aí na sua casa, onde você trabalha, na rua. Só homens.
Já pensou?
Um casamento sem noiva?
Um mundo sem sogras?
Enfim, um mundo sem metas.

ALGUNS MOTIVOS PELOS QUAIS OS HOMENS GOSTAM TANTO DE MULHERES:

1-O cheirinho delas é sempre gostoso, mesmo que seja só xampu.
2-O jeitinho que elas têm de sempre encontrar o lugarzinho certo em nosso ombro, nosso peito.
3- A facilidade com a qual cabem em nossos braços.
4- O jeito que tem de nos beijar e, de repente, fazer o mundo ficar perfeito.
5- Como são encantadoras quando comem.
6- Elas levam horas para se vestir, mas no final vale a pena.
7- Porque estão sempre quentinhas, mesmo que esteja fazendo trinta graus abaixo de zero lá fora.
8- Como sempre ficam bonitas, mesmo de jeans com camiseta e rabo-de-cavalo.
9- Aquele jeitinho sutil de pedir um elogio.
10- O modo que tem de sempre encontrar a nossa mão.
11- O brilho nos olhos quando sorriem.
12- O jeito que tem de dizer 'Não vamos brigar mais, não..'
13- A ternura com que nos beijam quando lhes fazemos uma delicadeza.
14- O modo de nos beijarem quando dizemos 'eu te amo'.
15- Pensando bem, só o modo de nos beijarem já basta.
16- O modo que têm de se atirar em nossos braços quando choram.
17- O fato de nos darem um tapa achando que vai doer.
18- O jeitinho de dizerem 'estou com saudades'.
19- As saudades que sentimos delas.
20- A maneira que suas lágrimas tem de nos fazer querer mudar o mundo para que mais nada lhes cause dor.

sinto-me:
publicado por momentoskatia às 12:50

link do post | comentar | favorito
|

Diferenças : Homens x mulheres (Muito boa!!!)

 

 

APELIDOS 
 - Se Adriana, Silvana, Débora e Luciana vão almoçar juntas, elas chamarão umas às outras de Dri, Sil, Dé e Lu. 
- Se Leandro, Carlos, Roberto e João saem juntos, eles afetuosamente se referirão uns aos outros como Gordo, Cabeção, Rato e Negão. 
 
COMENDO FORA 
 - Quando a conta chega, Paulo, Carlos, Roberto e João jogam na mesa R$ 20,00 cada um, mesmo sendo a conta apenas R$ 32,50. Nenhum deles terá
 trocado e nenhum vai ao menos admitir que quer troco - logo o troco será convertido em saideiras. 
- Quando as garotas recebem sua conta, aparecem as calculadoras de bolso e todas procuram pelas moedinhas exatas dentro da bolsa. 
 
FILMES 
 - A idéia que uma mulher faz de um bom filme é aquele em que uma só pessoa morre bem devagarzinho, de preferência por amor. 
- Um homem considera um bom filme aquele em que muita gente morre bem depressa, se possível com balas de metralhadora ou em grandes explosões. 
 
DINHEIRO 
 - Um homem pagará R$ 2,00 por um item que vale R$ 1,00, mas que ele precisa. 
- Uma mulher pagará R$ 1,00 por um item que vale R$ 2 ,00, mas que ela não precisa. 
 
BANHEIROS 
 - Um homem tem seis itens em seu banheiro: escova de dente, pente, espuma de barbear, barbeador, sabonete e uma toalha de hotel. 
- A quantidade média de itens em um banheiro feminino é de 756. E um homem não consegue identificar a maioria deles. 
 
DISCUSSÕES 
 - Uma mulher tem a última palavra em qualquer discussão. 
- Por definição, qualquer coisa que um homem disser depois disso, já é o começo de outra discussão. 
 
FUTURO 
 - Uma mulher se preocupa com o futuro até conseguir um marido. 
- Um homem nunca se preocupa com o futuro até que consiga uma esposa. 
 
MUDANÇAS 
 - Uma mulher casa-se com um homem esperando que ele mude, mas ele não muda. 
- Um homem casa-se com uma mulher esperando que ela não mude, mas ela muda. 
 
DIVIDINDO 
 - Uma mulher dividirá seus pensamentos e sentimentos mais profundos com um completo estranho que lhe dê atenção. 
- Um homem só dividirá seus pensamentos e sentimentos mais profundos quando questionado por um advogado artimanhoso,

sob juramento, e mesmo assim, apenas quando isso puder diminuir a sua pena. 
 
AMIZADE 
 - A mulher encontra com outra na rua: "Nossa como você tá linda!!!". Quando viram as costas vem o comentário: "Nossa como ela tá gorda!" 
- Um homem encontra com outro na rua: "Fala seu gordo-careca-bichona !!!".
 Quando viram as costas vem o comentário: "Pô! Esse cara é gente fina!" 

sinto-me:
publicado por momentoskatia às 11:59

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O que faz bem e o que faz...

. Envelhecer faz parte da v...

. A alma só envelhece se vo...

. Desabafo de um marido...

. Para maridos que não são ...

. O medo causado pela intel...

. O ESCRAVO ÉSOPO

. 10 comportamentos que pes...

. O mistério da vida...

. Salmo 23

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds