Segunda-feira, 30 de Julho de 2012

32 Conselhos dos sábios do Nepal

1. Fale devagar, mas pense rapidamente.

2. Não julgue as pessoas pelos seus parentes.

3. Quando você diz, "Eu te amo" diga se for  verdade.

4. Quando você diz, "me desculpe", olhe a pessoa nos olhos.

5. Nunca ria dos sonhos dos outros.

6. Dê as pessoas mais do que eles esperam e faça com prazer.

7. Mantenha sempre em mente seu poema favorito.

8. Não acredite em tudo o que você ouve, não gaste tudo que você tem e não durma demais.

9. Um grande amor e grandes realizações sempre exigem riscos.

10. Quando você perder, tente aprender com esta lição a seu favor.

11. Respeitar a si mesmo, respeitar os outros é a resposta para todas as suas ações.

12. Não deixe que uma pequena disputa desfaça uma grande amizade.

13. Quando você tiver errado, não tente encobrir com uma solução rápida.

14. Todos os dias, passe algum tempo sozinho.

15. Esteja aberto para compartilhar, mas não deixe os seus valores de lado.

16. Às vezes o silêncio é a melhor resposta.

17. Ler mais livros.

18. Acredite em Deus, mas sempre tranque seu carro.

19. Em brigas com entes queridos, fale da situação atual. Não remoa o passado.

20. Leia as entrelinhas.

21. Compartilhe suas habilidades com as crianças. Hoje é a única forma conhecida de alcançar a imortalidade.

22. Seja gentil com a terra. Não maltrate.

23. Nunca interrompa quando você for elogiado.

24. Não interfira em negócios de outras pessoas.

25. Não confie em alguém que beija sem fechar os olhos.

26. Uma vez por ano, volte ao lugar que lhe faz bem.

27. Se você ganhar muito dinheiro, use uma parte para ajudar os outros.

28. Lembre que se não conseguir o desejado trabalhe mais.

29. Ouça os médicos, mas aprenda a quebrar algumas das proibições.

30. Meça o seu sucesso a cada dia. O quê você fez de melhor hoje?

31. Cozinhar sem amor não faz um alimento completo.

32. O seu 'Eu' é o ponto final da sua viagem. 

 

(Retirei do Facebook - Bamboo Club) 

sinto-me:
publicado por momentoskatia às 13:26

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 26 de Julho de 2012

Tudo que vai, volta...



Eram duas meninas ricas, melhores amigas. Não se achavam nem nada.

Seus nomes eram Renata e Helena. Mas como Helena era mais popular,

Renata tinha inveja. Um dia, no ultimo andar de um predio, aqueles que

não tem nada por fora, é um jardim aberto, e que se você se jogar você

cai. Enfim, Renata e Helena estavam lá.. Helena viu uma flor azul bem

perto da ponta do andar, então precisava que alguém a segurasse,

senão ela caia. Helena disse: “Rê, me segura para eu pegar a flor azul?”

“Claro Lê.” Então Renata segurou Helena… Até uma hora. Então ela

pensou que se Helena falecesse ela ia ser a mais popular. E ela tem

sua chance. Pensou: “é agora..” E soltou Helena..Passaram 20 anos…

Renata estava casada, e tinha uma filha. Como era o dia do aniversário

de Helena, mas ela havia falecido, fizeram uma homenagem a ela e

convidaram Renata, mas ela não queria ir, porque ela que havia matado

Helena. Seu marido encheu tanto o saco dela que ela aceitou ir, mais a

filha teve de ir junto, pois não tinha com quem ficar. Chegaram lá, era

no mesmo prédio, que Renata havia largado Helena. A filha foi lá com

a mãe, no último andar, e o marido ficou lá em baixo, na festa.

Quando as duas chegaram havia uma flor idêntica, azul. A filha insistiu

em pegá-la, e a mãe concordou em segurá-la. Renata então estava a

segurando, mas antes da filha pegar a flor, virou pra trás e disse:

“Mamãe, dessa vez você não vai me soltar, não é?”

 

(Retirei do Facebook - Auto Ajuda)

sinto-me:
publicado por momentoskatia às 18:58

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 23 de Julho de 2012

Encontrei seu cão abandonado...

 

 

"Hoje encontrei seu cão. Não, ele não foi adotado por ninguém. Aqui por perto, a maioria das pessoas já têm vários cães; aqueles que não têm nenhum não querem um cão. Eu sei que você esperava que ele encontrasse um bom lar quando o deixou aqui, mas ele não encontrou. Quando o vi pela primeira vez, ele estava bem longe da casa mais próxima e estava sozinho, com sede, magro e mancava por causa de um machucado na pata. Eu queria tanto ser você naquele momento em que parei na frente dele. Para ver sua cauda abanando e seus olhos brilhando ao pular nos seus braços, pois ele sabia que você o encontraria, sabia que você não esqueceria dele. Para ver o perdão em seus olhos pelo sofrimento e pela dor por que ele havia passado em sua jornada sem fim à sua procura… Mas eu não era você. E, apesar das minhas tentativas de convencê-lo a se aproximar, seus olhos viam um estranho. Ele não confiava em mim. Ele não se aproximava.

 

Ele virou as costas e seguiu seu caminho, pois tinha certeza de que esse caminho o levaria a você. Ele não entende que você não está procurando por ele. Ele só sabe que você não está lá, sabe apenas que precisa te encontrar. Isso é mais importante do que comida, água ou o estranho que pode lhe dar essas coisas. Percebi que seria inútil tentar persuadi-lo ou segui-lo. Eu nem sei seu nome. Fui para casa, enchi um balde d’ água e uma vasilha de comida e voltei para o lugar onde o havia encontrado. Não havia nem sinal dele, mas deixei a água e a comida debaixo da árvore onde ele havia buscado abrigo do sol e um pouco de descanso. Veja bem, ele não é um cão selvagem. Ao domesticá-lo, você tirou dele o instinto de sobrevivência nas ruas. Ele só sabe que precisa caminhar o dia todo. Ele não sabe que o sol e o calor podem custar-lhe a vida. Ele só sabe que precisa encontrá-lo.

 

Aguardei na esperança de que voltasse para buscar abrigo sob a árvore, na esperança de que a água e a comida que havia trazido fizessem com que confiasse em mim e eu pudesse levá-lo para casa, cuidar do machucado da pata, dar-lhe um canto fresco para se deitar e ajudá-lo a entender que agora você não faria mais parte de sua vida. Ele não voltou aquela manhã e, quando a noite caiu, a água e a comida permaneciam intocadas. Fiquei preocupado. Você deve saber que poucas pessoas tentariam ajudar seu cão. Algumas o enxotariam, outras chamariam a carrocinha, que lhe daria o destino do qual você achou que o estava salvando - depois de dias de sofrimento sem água ou comida. Voltei ao local antes do anoitecer. Não o encontrei. Na manhã seguinte, voltei e vi que a água e a comida permaneciam intactas. Ah, se você estivesse aqui para chamar seu nome! Sua voz é tão familiar para ele. Comecei a ir na direção que ele havia tomado ontem, sem muita esperança de encontrá-lo. Ele estava tão desesperado para te encontrar, que seria capaz de caminhar muitos quilômetros em 24 horas.

 

Algumas horas mais tarde, a uma boa distância do local onde eu o havia visto pela primeira vez, finalmente encontrei seu cão. A sede não o atormentava mais. Sua fome havia desaparecido e suas dores haviam passado. O machucado da pata não o incomodava mais. Agora seu cão está livre de todo esse sofrimento. Seu cão morreu. Ajoelhei-me ao lado dele e amaldiçoei você por não estar aqui ontem para que eu pudesse ver o brilho, por um instante sequer, naqueles olhos vazios. Rezei, pedindo que sua jornada o tenha levado àquele lugar que acho que você esperava que ele encontrasse. Se você soubesse por quanta coisa ele passou para chegar lá… E eu sofro, pois sei que, se ele acordasse agora, e se eu fosse você, seus olhos brilhariam ao reconhecê-lo, ele abanaria sua cauda, perdoando-o por tê-lo abandonado...

 

Fonte: Facebook - Direitos dos Animais

sinto-me:
publicado por momentoskatia às 13:01

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 19 de Julho de 2012

Sou do tempo...

 (Eu sou desse tempo!! E acredito ser esse o correto!! Educação!!)

 

Eu sou do tempo em que se chamar pessoas mais velhas de Senhora ou Senhor fazia parte da boa educação - Hoje você pode até apanhar ao fazer isso!

Eu sou do tempo em que mães, pais, professores, tios, avós eram autoridades que respeitávamos, dignas de consideração, e quanto mais velhos, mais respeito, mais afeto, mais reverência.

Eu sou do tempo em que POR FAVOR - OBRIGADO - ME DESCULPE - COM LICENÇA eram palavras constantes no vocabulário do dia a dia. E aprendidas desde cedo.

Eu sou do tempo em que se pedia (e eu ainda peço) bença para o pai e a mãe antes de ir dormir ou sair.

Eu sou do tempo em que levantávamos para a entrada dos professores, e chamava de TIA ou TIO,  que sabíamos cantar o Hino Nacional, e que se cedíamos  o lugar nos ônibus para os mais velhos.

Eu sou do tempo em que os pais ensinavam que os valores maiores a serem buscados eram firmeza de caráter e nome respeitado.

Hoje, o Valor do OBRIGADO é chamado de Puxa saco

Hoje, o Valor do COM LICENÇA nem é usado com frequência. ( Se não ficar esperto - passam por cima de você)

Hoje, o Valor do DESCULPE nem existe mais!

Hoje, o Valor do POR FAVOR ( Hum...essa palavra é usada ainda???)

BOM ....

Meu filho ontem me perguntou porque eu sempre peço a benção ao meu pai de noite e ao explicar para ele, me bateu esta nostalgia.

Lembrei e contei para ele como era na minha infância e adolescência . E do que me foi ensinado por minha mãe desde pequena.

Contei das brincadeiras que tínhamos, de como me divertia subindo em arvores, tomando banho de chuva, etc ...

Então ... depois de quase ficar sem fôlego de tanto explicar e contar o que fazia quando não tinha acesso aos computadores/TV/VideoGame/Cinema etc etc

Ele me sai com essa : CREDO MÃE, COMO VOCÊ É VELHA !!!!

PODE???



Fonte: http://seboeacervo.blogspot.com/2011/12/eu-sou-velha-me-respondam.html#ixzz216KYCXLY

sinto-me:
publicado por momentoskatia às 21:09

link do post | comentar | favorito
|

Nomes Bizarros ou Criativos...

 

Vamos pensar no humor e na criatividade de pessoas para dar nomes aos filhos.Alguns são inacreditáveis!


-=A=-
Abecê Nogueira
Abrilina Décima Nona Caçapavana Piratininga de Almeida
Abxivispro Jacinto
Acheropita Papazone
Ácido Acético Etílico da Silva
Adalgamir Marge
Adam Borda Bunda
Adegesto Pataca
Adelícia de Carvalho
Adolpho Hitler de Oliveira
Adoração Arabites (masculino)
Aeronauta Barata
Agrícola Beterraba Areia Leão
Agrícola da Terra Fonseca
Alce Barbuda
Aldegunda Carames Mole (Masculino)
Aleluia Sarango
Além Mar Paranhos
Alfredo Prazeirozo Texugueiro
Alma de Vera
Amado Amoroso
Amaré Marinno
Amável Pinto
Amazonas Rio do Brasil Pimpão
América do Sul Brasil de Santana
Amim Amou Amado
Amor de Deus Rosales Brasil (feminino)
Ana Maria Mosca
Analgesina Costa Pinto
Anatalino Reguete
Andrés Urdangarin Dorronsoro
Anfilófio Neves
Angústias Árias
Antenor da Cotinha
Antônio Americano do Brasil Mineiro
Antonio Buceta Agudim
Antonio Camisão
Antônio Coleta Fernandes
Antônio Dodói
Antonio Donizete Bobo
Antônio Ernane Cacique de New York
Antônio Manso Pacífico de Oliveira Sossegado
Antônio Melhorança
Antônio Morrendo das Dores
Antônio Noites e Dias
Antônio Pechincha
Antônio Querido Fracasso
Antônio Treze de Junho de Mil Novecentos e Dezessete
Antônio Veado Prematuro
Antoniozin Fogaça
Apurinã da Floresta Brasileira
Araci do Precioso Sangue
Argentino Argenta
Argonauta Sucupira
Aricléia Café Chá
Arnaldo Queijo
Arquiteclínio Petrocoquínio de Andrade
Asteróide Silvério
Audobrantina Moema Cearenciana
Ausêncio Nogueira
Avagina (em homenagem a Ava Gardner e Gina Lolobrigida)
Avelice Bécima Viana
Avise da Costa 
-=B=-
Bailão Fernandes da Silva
Bananéia Oliveira de Deus
Bandeirante Brasileiro
Bandeirante do Brasil Paulistano
Barrigudinha Seleida
Bende Sande Branquinho Maracajá
Benedito Autor da Purificação
Benedito Camurça Aveludado
Benedito Frôscolo Jovino de Almeida Aimbaré Militão de Souza Baruel de Itaparica
Benemérita do Rêgo Grande
Benigna Jarra
Benvinda Olga
Benvindo Viola
Bispo de Paris
Bizarro Assada
Boaventura Torrada
Bom Filho Persegonha
Brandamente Brasil
Brasil Paraná de Cristo
Brasil Valente
Brígida de Samora Mora Belderagas Piruégas
Brizabela Alves
Bronsibel Ribeiro de Sena 
-=C=-
Caius Marcius Africanus
Cafiaspirina Cruz
Capote Valente
Carabino Tiro Certo
Carlos Alberto Santíssimo Sacramento Cantinho da Vila Alencar da Corte Real Sampaio Carneiro de Souza e Faro
Caso Raro Yamada
Cassiano Fuck Motter
Cavalo Antônio
Celene Lua
Céu Azul do Sol Poente
Chanaveco Vargas da Silva
Chevrolet da Silva Ford
Cibele Sol
Cinconegue Washington Matos
Clara-luz da Aurora dos Santos
Clarisbadeu Braz da Silva
Crepúsculo Matutino da Honrra e Glória do Brasil
Colapso Cardíaco da Silva
Cólica de Jesus
Comigo é Nove na Garrucha Trouxada
Confessoura Dornelles
Coriolavo Pereira
Crisoprasso Compasso 
-=D=-
Danúbio Tarada Duarte
David Leão Pão Trigo
Delícia Costa Melo
Demetre Louca Louscos
Deus É Infinitamente Misericordioso
Deus Quer Magalhães Mota
Deusarina Vênus de Milo
Dezêncio Feverêncio de Oitenta e Cinco
Diacrise Ferreira Diosa
Diana Soppa
Dignatario da Ordem Imperial do Cruzeiro
Dinossauro Carlos da Silva
Disney Chaplin Milhomem de Souza
Diva Gina Santos
Divina Anunciação
Dosolina Piroca Tazinasso 
-=E=- 
Edna Boa Sorte
Elacervandro Gomes
Eliene Bubina
Emerson Capaz
Eraldonclóbes
Ericssom Leão
Ernesto Segundo da Família Lima
Esdras Esdron Eustáquio
Esparadrapo Clemente de Sá
Espere em Deus Mateus
Estácio Ponta Fina Amolador
Éter Sulfúrico Amazonino Rios
Eulâmpio Araújo
Euridice Boa Morte da Costa
Eva Gina Melo
Excelsa Teresinha do Menino Jesus da Costa e Silva
-=F=- 
Faraó do Egito de Souza
Fé Esperança e Caridade
Fé Lobão
Fedir Lenho
Felicidade do Lar Brasileiro
Flávio Cavalcante Rei da Televisão
Francisco Notório Milhão
Francisco Zebedeu Sanguessuga
Francisoreia Doroteia Dorida
Fridundino Eulâmpio
Foca Bilota 
-=G=- 
Galenogal de Silva
Gelsomino Danzo
Gengis Khan Camargo
Gerunda Gerundina Pif Paf
Gigle Catabriga
Gilete Queiroga de Castro
Gnazzula Nilo
Gol Santana Silva
Graciosa Rodela D’alho
Gravitolina Pereira 
-=H=- 
Harmonia Jacintho
Hepotamedes Maria Good God
Hidráulico Oliveira
Himeneu Casamenteiro das Dores Conjugais
Hiprafodito da Silva
Holofontina Fufucas
Homem Bom da Cunha Souto Maior
Honesta Honestina Maria de Souza
Horinando Pedroso Ramos
Hypotenusa Pereira 
-=I=- 
Inocêncio Coitadinho Sossegado
Irisdelfane Clei
Isabel Defensora de Jesus
Isabel Rainha da Hungria Portugal Silva 
-=J=- 
Jacinto Fadigas Arranhado
Jacinto Leite Aquino Rêgo
Jacinto Pinto
Jamaika Bem
Janeiro Fevereiro de Março Abril
Jasmin Pitanga
João Bebe Água
João Caxa Filho
João Cara de José
João Coelhinho Paes
João Cólica
João da Mesma Data
João de Deus Fundador do Colto
João Meias de Golveias
João Pensa Bem
João Sem Sobrenome
João Techeremunga
Joaquim Pinto Molhadinho
José Amâncio e Seus Trinta e Nove
José Casou de Calças Curtas
José Catarrinho
José Machuco Pimentão
José Marciano Verdinho das Antenas Longas
José Maria Guardanapo
José Padre Nosso
José Teodoro Pinto Tapado
José Xixi
Jovelina Ó Rosa Cheirosa
Juana Mula
Jubiratan Carneiro
Júlio Santos Pé-Curto
Justiça Maria de Jesus
-=K=- 
Karl Marx Pacheco da Silva
Kanigunda Grohmann
Kussen Pestana
-=L=- 
Lança Perfume Rodometálico
Légua e Meia
Letsgo
Liberdade Igualdade Fraternidade Nova York Rocha
Lindulfo Colodônio
Loprefâncio Celestino Jacy de Almeida
Lua Morena
Luciana Torpedo
Luis Grampeado
Luiz Tripador 
-=M=- 
Macarena Magalhães
Mafalda da Encarnação Repolho
Manganês Manganesfero Nacional
Manoel Sovaco de Gambar
Manolo Porras y Porras
Manuelina Terebentina Capitulina de Jesus Amor Divino
Maria Cristina do Pinto Magro
Maria da Boa Morte
Maria da Segunda Distração
Maria do Seu Pereira
Maria do Sô Anternor
Maria Esposa de Jesus
Maria Panela
Maria Passa Cantando
Maria Tributina Prostituta Cataerva
Marília Bagdá Tostada
Marília dos Prazeres
Marimbondo da Trindade
Mariquinha Mijurim
Maslowa Bonfim
Mimaré Índio Brasileiro dos Campos
Mirela Tapioca
Mirlandina Zero Zero da Silva Zero
Mitiko Osano Pinto
-=N=- 
Naida Navinda Navolta Pereira
Napoleão Bonaparte Sem Medo e Sem Mácula
Narjara Taboada
Necrotério Pereira da Silva
Nicolau Tampacopulus 
-=O=- 
Oceano Pacífico de Linhares
Ocricocrides de Albuquerque
Oiamhi Coelho
Olga Rebola Solto
Onézimo de Oliveira
Orqueiro Cassapietra 
-=P=- 
Pália Pélia Pólia Púlia dos Guimarães Peixoto
Passos Dias Aguiar
Paulo Tapioca
Pedrinha Bonitinha da Silva
Pelumendia Loureiro
Percilina Pretextata Predileta Protestante
Peta Perpétua de Ceceta
Placenta Maricórnia da Letra Pi
Plácido e Seus Companheiros
Presolpina Furtado
Pretende Reduzido
Principe Henrique Reis Alves
Produto do Amor de Mariana e Maribel
-=R=- 
Radigunda Cercerá Vicence
Remédio Amargo
Renato Pordeus Furtado
Ressurgente Monte Santos
Restos Mortais de Catarina
Rita Marciana Arrotéia
Roberto Lutaseuvicius
Rocambole Simionato
Rolando Caio da Rocha
Rolando Escada Abaixo
Rômulo Reme Remildo Rodo 
-=S=- 
Safira Azul Esverdeada
Sansão Chazan
Sansão Vagina
Sebastião Salgado Doce
Segundo Avelino Peito
Segundo Clenildo Rodrigues
Serdeberão dos Anjos
Sete Chagas de Jesus e Salve Patria
Sete Rolos de Arame Farpado
Sherlock Homes da Silva
Simplício Simplório da Simplicidade Simples
Soncórdio Luciano
Soraiadite das Duas a Primeira
Sueli Treta
-=T=- 
Telesforo Veras
Terprando Wilson Rêgo
Tertuliano Firgufino
Tigalphinezer Fernando Lima
Tom Mix Bala
Tospericagerja (em homenagem à seleção do tri: Tostão, Pelé, Rivelino, Carlos Alberto, Gerson e Jairzinho)
Tranquilo Rico
Tropicão de Almeida 
-=U=- 
Última Delícia do Casal Carvalho
Último Vaqueiro
Um Dois Três de Oliveira Quatro
Um Mesmo de Almeida
Usnavy (em homenagem à U.S.Navy, a Marinha Americana)
Uósteles Filho 
-=V=- 
Vicente Mais ou Menos de Sousa
Volteire Rebelado da França 
- Z – 
Zico Nacandacare

 

(Retirei do Face - Criatives)

sinto-me:
publicado por momentoskatia às 19:12

link do post | comentar | favorito
|

Anti-inflamatório Natural ARTROSE,ARTRITE,COLUNA.... e ainda ajuda a perder a barriga!!

Mas o Dr. Al Sears indica um  analgésico que não tem efeitos colaterais.E o mais interessante é  que  provavelmente você já tenha esse analgésico aí na sua casa ! Plante num vaso, no quintal ou no jardim.Os pedaços de gengibre podem durar longo tempo fora ou dentro da geladeira.Pasme, mas esse analgésico se chama GENGIBRE. 

Isso mesmo!  Gengibre.

Durante séculos o Gengibre tem  sido usado em toda a Ásia para tratar dores nas  articulações, resfriados e até mesmo indigestão.

O  Gengibre cru ou cozido pode ser um analgésico eficaz, mesmo para condições inflamatórias como a osteoartrite. Isso porque a inflamação é a causa raiz de todos os tipos de problemas  como artrite, dor nas costas, dores musculares,  etc.Ele contém 12 compostos diferentes que combate  a inflamação.

Um desses compostos abaixa os  receptores da dor e atua nas terminações nervosas.  Juntos, eles trabalham quase o mesmo que as drogas anti-inflamatórias, tais como o  ibuprofeno e a aspirina, mas sem os efeitos  colaterais.Assim, se a sua intenção é  eliminar esses analgésicos, passe a consumir o  Gengibre.Segue algumas dicas para você  ter uma boa dose diária de  gengibre: Isso vai estimular a  circulação sanguínea e aliviar dores nas articulações. Beber chá de gengibre: É barato. É muito  fácil. O gosto é ótimo. E cura Aqui está  uma receita usada pelo Dr. Al  Sears: * Quatro copos de água;

* Um  pedaço de aproximadamente 5 cm de Gengibre  descascado e

cortado em fatias; * Limão e mel a gosto. Se  preferir, use laranja no lugar do limão.  Fica ótimo!

Procedimento:

Ferva a água numa panela com  fogo alto.Assim que começar a fervura adicione as  fatias de Gengibre,deixe em fogo baixo, cubra  a panela para que os vapores não saiam e  deixe fervendo por aproximadamente 15  minutos.O chá está pronto!Basta coar, e adicionar o mel com o limão ou  laranja.

 

(Texto recebido por email)

 

**************************************************************************************************

Gengibre ajuda a perder a barriga

Descubra como o gengibre ajuda a queimar as gorduras abdominais e conheça os benefícios que ele proporciona à saúde

 

O emagrecedor natural

 
O gengibre é responsável por acelerar o metabolismo por ter um efeito termogênico. "Contém óleos essenciais que produzem calor, ativam a circulação e otimizam a queima calórica", afirma a nutricionista Roseli Rossi.

Turbine a perda de peso

 
- Chá 
Tome três xícaras ao dia: uma pela manhã, outra à tarde e uma à noite. 

- Pó 
Divida 2 g do pó em três partes. Dilua cada uma em água. Tome antes das refeições. 

- Tintura 10%* 
Beba de 15 a 30 gotas três vezes ao dia, antes das principais refeições.

Duas receitas de chá emagrecedores

 
1. Chá com camomila (receita da nutricionista Ioná Zalchman) 
- 1 colher (chá) de gengibre ralado 
- 1 colher (sobremesa) de camomila 
- 200 ml de água fervida 

Despeje o gengibre e a camomila na água e tampe por alguns minutos. Coe e tome quente. 

2. Chá tradicional (receita da nutricionista Roseli Rossi) 
- 1 colher (chá) de gengibre ralado 
- 1 xícara (chá) de água 

Despeje o gengibre na água e ferva por cinco minutos. Coe e tome morno. Se quiser, pode mastigar os pedacinhos da erva.

 

Contribuições para a saúde

 
Ação anti-inflamatória, antibacteriana e antisséptica 
O gengibre combate a proliferação de vírus e bactérias alojadas no organismo. Dor de garganta? Tome o chá da erva três vezes ao dia. 

Turbina o sistema imunológico 
"Rico em antioxidantes, combate os radicais livres, prevenindo gripes e resfriados", explica o nutrólogo Andrea Bottoni. 

Evita rugas precoces 
Segundo a nutricionista Ioná Zalchman, a mesma ação antioxidante que melhora o sistema imunológico também previne o envelhecimento precoce da pele. 

Afrodisíaco 
Ao produzir calor, promove a vasodilatação e o aumento da circulação sanguínea. Isso facilita a ereção dos homens e intensifica a sensibilidade no clitóris das mulheres. 

Previne o câncer 
Um estudo realizado pela Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, mostrou que a composição do gengibre pode inibir o avanço do câncer de cólon. 

Melhora a náusea 
Os óleos essencias da planta podem aliviar o enjoo decorrente da quimioterapia e o mal-estar de quem fica nauseado ao viajar. "Mastigue até 1 colher (café) de gengibre ralado para melhorar o problema", aconselha Roseli. 

*Precisa de receita médica

 

Fonte: http://mdemulher.abril.com.br/dieta/reportagem/dietas/gengibre-ajuda-perder-barriga-613222.shtml

sinto-me:
publicado por momentoskatia às 18:27

link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|
Terça-feira, 17 de Julho de 2012

Dormir de conchinha diminui o estresse!!

 
É isso mesmo! Além de ser uma delícia, dormir de conchinha alivia o estresse.
E a culpa disso é dos hormônios. Segundo pesquisadores da Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos, dormir ao lado do parceiro diminui o nível de cortisol no sangue – o hormônio do estresse.Isso porque você se sente mais protegido e seguro quando dorme com alguém. Aí, o corpo, relaxado, não vê muito sentido em produzir tanto cortisol (hormônio liberado em situações de risco).Além de diminuir o estresse, dormir de conchinha também estimula a produção de ocitocina (liberado, principalmente, durante o sexo). A vantagem é que este hormônio combate inflamações e ajuda o sistema digestivo a funcionar melhor.
Já que os cientistas dizem, não custa aproveitar!
Retirei do Face - Sou Gordinha Sim
sinto-me:
publicado por momentoskatia às 15:19

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 16 de Julho de 2012

Sabedoria Paterna

O filho roqueiro de um pastor da igreja está prestes a completar 18 anos. Louco prá dirigir, o rapaz resolve pedir um carro ao pai. Depois de pensar um pouco, o pastor responde:

- Filho, vamos fazer o seguinte: você melhora suas notas na escola, estuda a Bíblia todos os dias e corta esse cabelo. E aí voltaremos a conversar.

Um mês depois, o rapaz volta a perguntar ao pai sobre o carro.

- Filho, estou realmente orgulhoso: você dobrou suas notas na escola e estudou bem a Bíblia. Mas não cortou o cabelo! E como fica o nosso trato?

- Papai, lendo a Bíblia eu fiquei intrigado - responde o filho. - Sansão usava cabelos longos, Noé também. Até Jesus tinha cabelos compridos. E todos eram boas pessoas.

E o pai:

- É verdade meu filho.... e, olha que coisa: TODOS ELES ANDAVAM A PÉ!

sinto-me:
publicado por momentoskatia às 23:07

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 15 de Julho de 2012

ORAÇÃO DE UM CÃO ABANDONADO


Sabe Senhor, só agora entendi porque meu dono me trouxe à praça naquele dia.

Pensei que ia ser um passeio, e fui muito feliz,

mas logo que chegamos ele me deu as costas e apressado entrou no carro,

sem ao menos me dizer adeus.

Olhei para os lados, sem saber o que fazer.

Tentei segui-lo e quase fui atropelado.

O que eu fiz de tão mau para ele me abandonar? 

Às vezes eu latia, mas é porque tinha estranhos no portão e eu tinha que avisar o meu dono!

Quem sabe foi minha dona que mandou, devia estar lhe dando trabalho,

mas as crianças me adoravam. Como sinto saudades!

Elas brincavam comigo o tempo todo.

Talvez nem saibam o que aconteceu, devem ter dito à elas que eu fugi.
Agora estou faminto, só bebo água suja. Estou magro, feio e doente. Todos me desprezam.
Senhor, neste cantinho que arrumei para passar a noite, sinto muito frio, o chão está molhado, e quase não tenho mais pêlos.

Acho que hoje vou me encontrar contigo aí no céu e meu sofrimento vai terminar.

Só queria ver as crianças mais uma vez.
Senhor, agora que estou partindo, peço pelos meus irmãos abandonados.

Mande-lhes pessoas boas para resgatá-los, pois sozinhos como eu,

não conseguirão sobreviver por muito tempo.

Ajuda-os a encontrar um lar onde possam viver com um pouco de dignidade.

Amenize-lhes o frio, igual ao que sinto agora, com o calor dos atos de pessoas abençoadas.

Diminua-lhes a fome tal qual a que sinto, sacie-lhes a sede.

Elimina o sofrimento de suas doenças, tira o medo e a dor dos que estão

sendo sacrificados por não terem um lar e vagarem pelas ruas,

mesmo sem terem pedido para nascer.

Ampare as cachorrinhas prenhas que verão suas crias morrerem de fome,

frio e pestes, sem nada poderem fazer.

Abrande a tristeza dos que como eu foram abandonados,

pois entre todos os males, o que mais me doeu foi este. 
Receba nesta noite a minha alma e obrigado Senhor,

pelos momentos de felicidade que eu tive!

sinto-me:
publicado por momentoskatia às 13:51

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 8 de Julho de 2012

Desapego e solidariedade para uma vida mais feliz

 

Certo dia, um jovem discípulo chamado Daniel foi de ônibus ao centro da cidade com seu mestre, chamado Jonas PahNu.

Porém, ao subir no veículo, um dos chinelos de Jonas escapou-lhe do pé e caiu para o lado de fora. A porta do ônibus se fechou e o veículo saiu, tornando impossível recuperar o chinelo perdido.

Imediatamente, Jonas tirou seu outro chinelo e o jogou pela janela, de modo a que caísse o mais próximo possível do seu par.

Daniel, sem entender a atitude de PahNu, perguntou-lhe:

– Mestre, por que fez isso?

– Isso o quê, Daniel?

– Você jogou o outro chinelo pela janela e ficou totalmente descalço. Por quê?

E Jonas respondeu naturalmente:

– Desse modo, a pessoa que encontrar um dos chinelos, encontrará também o outro. E poderá usá-los. De nada adiantaria para essa pessoa encontrar apenas um pé de chinelo, e nem me adiantaria ficar apenas com a outra metade do par.

Juntos, os dois chinelos podem continuar a cumprir o seu propósito de agasalhar os pés de quem deles necessite.

Jonas sorriu e Daniel entendeu o verdadeiro sentido do desapego e da solidariedade e ficou ainda mais feliz com a sabedoria e a grandeza de coração de seu mestre.

Moral da história:

A verdadeira felicidade nasce em nosso coração quando somos capazes de pensar no bem do próximo, mesmo quando estamos vivendo uma situação que para nós se apresenta como um problema.

Gilberto Cabeggi – Escritor

 

Fonte:http://www.melhoramiga.com.br/2012/07/desapego-e-solidariedade-para-uma-vida-mais-feliz/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+melhor-amiga+%28Melhor+Amiga%29

sinto-me:
publicado por momentoskatia às 15:09

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. 12 dicas de um médico jap...

. Cuidado com nossos filhos...

. Aviso importante!!

. Pense bem...

. Apenas faça...

. Depois dos 35 anos...

. Curiosidades literárias

. O que faz bem e o que faz...

. Envelhecer faz parte da v...

. A alma só envelhece se vo...

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds