Quarta-feira, 8 de Julho de 2015

7 dicas para escolher um nome para sua loja

abre32.jpg

 

Olha que bacana essas dicas do site Elo7 para você pensar em um nome da hora para a sua tão sonhada loja...

 

“Olá, meu nome é…”
Sua loja nasceu! E chegou a hora de dar um nome à sua criação.

Nesse momento, lembre-se de que o nome é uma das partes fundamentais de uma marca. Ele chega antes mesmo do logo ou do produto, e é essencial para que haja simpatia do público pela sua marca. A questão é tão séria que existe uma área profissional chamada Naming, que cria nomes para negócios e produtos. Acredite, o seu esmalte favorito não ganha um nome aleatoriamente, uma coleção inteira chegar a levar meses para ser criada!

Mas você pode dispensar aos especialistas usando criatividade e bom senso.
Neste momento, é importante que para ajudar a sua loja, o nome deve:

  • estar conectado com a essência da sua loja e dos seus produtos;
  • ser de fácil memorização;
  • ter qualidades positivas: um nome sugestivo ou descritivo, uma palavra sonora e agradável

Fuja do óbvio, seja criativa
É mais fácil nomear uma loja com o nome do artesão ou associar o produto como “Loja da Nath”, ” Artes da Nath”, “Criações da Nath” ainda mais quando os produtos já estão prontos e só falta começar a vender. Mas é importante pensar que o nome da sua loja deve ter valor próprio, marcar a sua presença. Afinal, sabemos que vai ser importante ter um nome fácil de comunicar – criar marca, panfletos, site, etiqueta… então porque não criar algo realmente novo?

Solte a imaginação

O nome escolhido é fácil de combinar com um desenho interessante, você pode brincar visualmente e associar outras palavras? Você sabia que OMO vem de Old Mother Owl, que significa “velha mãe coruja” em inglês? E o mais interessante, remete exatamente à corujice de quem quer roupas limpas para a sua família – uma outra técnica interessante para procurar um nome, pensar na pessoa que vai usar o seu produto.

Pense na essência da sua marca

Falei disso no meu último post. O nome que você escolheu se ajusta ao propósito comercial da sua loja e dos seus produtos? Se funcionar melhor para outro negócio, guarde e fique de olho, vai que ele serve para uma outra lojnha?

Simplifique

O seu nome é claro e fácil de ser lembrado e digitado? E se alguém decidir buscar na internet, vai conseguir chegar na sua loja facilmente? Descarte trocadilhos, gírias e expressões que fazem sentindo agora mas que não funcionarão no futuro.

Fique atenta à pronúncia

Fácil de ser pronunciado, as pessoas conseguem falar o nome da sua loja sem dificuldades? Não transforme o nome da sua marca num trava-língua.

Não se reprima!

Se por acaso eu escolhesse o nome “Sabonetes da Nath” o que acontecia se futuramente quisesse vender toalhas de lavabos ou kit para banheiro? Não se torne refém do seu nome, pense que se hoje você faz uma técnica o futuro pode trazer surpresas ótimas para o seu negócio. Outro ponto é que se você limitar o nome da sua loja ao produto que será vendido,  isso restringirá  a procura por outros produtos na sua loja.

Evite associações impróprias

Vocês se lembram do carro chinês Chana? Pois é, não foi nenhum sucesso por aqui. Cuide para que o nome não tenha significados pejorativos em outras culturas, regiões brasileiras ou idiomas – não custa nada fazer uma pesquisa rápida. Escolher um nome ofensivo ou que não traga imediatamente boas associações pode ser um tiro no pé.

Nome escolhido? Teste!

Quando você tiver escolhido algumas opções de nome, faça testes. Promova uma pesquisa informal com seus familiares a amigos, faça perguntas, experimente escrever num papel, peça para as pessoas repetirem o nome depois de ouvir. Teste todas as possibilidades enquanto estiver criando o seu nome – é um exercício divertido que com certeza terá seu esforço recompensado.

E lembre-se de verificar a disponibilidade do domínio, independente da sua loja ser apenas virtual ou não. Cheque pela internet mesmo se já não existe um nome igual ou muito parecido – não é uma ou duas letras que fazem a diferença para o seu cliente.

Existem sites onde você insere o nome que deseja dar para a sua marca e ele já te dá as opções de registro disponíveis. Um exemplo é o namecheckr.com.

Últimas dicas

Não copie de jeito nenhum!
Não copie produtos, não copie o logo e não copie no nome de ninguém no mercado – isso pode custar penalidades legais.

Aproveite para demonstrar que suas criações são originais, com detalhes exclusivos que só você entende e domina. Mostre que a sua loja é ÚNICA.

Proteção legal e disponibilidade
O nome escolhido pode ser registrado no Elo7? Registre algo que possa ser digitado com caracteres de letras e números, evite apóstrofes e símbolos.

Entender se o nome da sua loja está disponível requer um tempo, considerar registrar a marca quando as vendas aumentarem e os negócios crescerem também. Mas pense sempre nesse cenário: se o seu negócio crescer, você conseguirá registrar facilmente a sua marca? Ou toda a reputação construída e trabalho dedicado terão que ser recomeçar do zero justamente quando você for grande o suficiente para dar novos passos?

Escreva se surgirem dúvidas, ou consulte nossa ajuda online e lembre-se que marca forte é uma marca planejada!

Até a próxima!

 

(Bacana né? Boa Sorte!!)

Fonte: http://blog.elo7.com.br/negocio-criativo/7-dicas-para-escolher-um-nome-para-sua-loja.html

publicado por momentoskatia às 18:43

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. 12 dicas de um médico jap...

. Cuidado com nossos filhos...

. Aviso importante!!

. Pense bem...

. Apenas faça...

. Depois dos 35 anos...

. Curiosidades literárias

. O que faz bem e o que faz...

. Envelhecer faz parte da v...

. A alma só envelhece se vo...

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds