Domingo, 15 de Novembro de 2015

Como funciona a oração?

o-almas_html_522297cb.gif

Resumo

Neste artigo apresentamos uma visão geral de como funciona a oração. Há dois tipos de oração – para benefício do mundo e para o crescimento espiritual. Por conseguinte, as orações são atendidas por aspectos diferentes de Deus. A pesquisa espiritual  mostrou que mesmo energias negativas podem responder às orações, em nosso detrimento! O nível espiritual é o único factor o qual é o mais importante para garantir a resposta às nossas orações. Orar pela paz mundial, embora seja um pensamento nobre, o mais provável é que não seja respondido, devido à falta de nível espiritual das pessoas que oram. Paradoxalmente, as pessoas que podem realmente afectar a mudança através de uma única oração são os Santos, mas Eles vêem a futilidade da oração uma vez que estão totalmente alinhados com a vontade de Deus e não estão separados Dele. Por último a postura da oração também contribui para que a oração possa ser atendida.

1. Introdução ao mecanismo da oração

Quando somos confrontados com situações difíceis ou insuperáveis na vida do dia-a-dia como a perda, uma doença incurável, problemas financeiros graves, etc as pessoas rezam a Deus ou a um aspecto de Deus, também conhecido como divindade. Estas são orações relacionadas com o aspecto material e as expectativas mundanas.

Os aspirantes espirituais cujo foco principal na vida está relacionado com o crescimento espiritual também oram regularmente a Deus, não só em situações difíceis, mas também em situações do dia-a-dia. As orações no entanto, não se relacionam com expectativas mundanas mas com o crescimento espiritual e fazem parte da sua prática espiritual.

Este artigo explica o mecanismo de como ambas as variedades de orações são respondidas.

Para perceber melhor este artigo leia:

  • Definição de oração

  • Qual a diferença entre rezar com expectativas e rezar sem expectativas?

É importante observar que, quando houver algum problema ou dificuldade na vida, a causa pode ser física, mental ou espiritual na sua natureza. A pesquisa realizada pelo SSFR mostra que até 80% dos problemas na vida têm a sua raiz no reino espiritual. O Destino e os  antepassados que já partiram são dois factores muito importantes, entre as causas espirituais dos problemas na vida.

2. Como são as orações respondidas? Qual é o mecanismo?

2.1 Quem responde às nossas orações?

  • O diagrama a seguir mostra quem responde às nossas orações, dependendo do tipo de oração. Geralmente a oração difere consoante o nível espiritual da pessoa. Por exemplo uma pessoa com 30% de nível de espiritualidade irá mais frequentemente orar do que não orar para coisas materiais. Uma pessoa com um nível espiritual de 50% irá rezar mais frequentemente do que não rezar para o seu progresso espiritual. Em conformidade as orações são respondidas por várias energias subtis do Universo. O interessante é que as energias negativas, respondem às orações tanto no caso em que o dano é solicitado e/ou para prender uma pessoa sobre a sua influência, inicialmente realizando os seus desejos. Por exemplo, como é mostrado no diagrama abaixo, uma pessoa que reza para a morte de uma outra pessoa será ajudado por uma entidade negativa subtil da 4º Região do Inferno. As orações para benefícios materiais são na sua generalidade respondidas por divindades inferiores de energias positivas menores. Orações para um crescimentoespiritual são respondidas por divindades de alto nível e de elevadas energias positivas.

Who-answers-prayers-v1.gif

 

  • Quando fazemos uma oração pedindo com uma expectativa de um emprego ou de superar uma doença a Deus ou a uma divindade específica, as nossas orações como já foi dito anteriormente são respondidas por divindades de um nível mais baixo ou por energias positivas baixas. Vamos tomar como exemplo uma pessoa que rezou intensamente por um trabalho. Se o destino dessa pessoa é ficar sem trabalho por 5 anos, então a energia positiva mais baixa da divindade inferior pode responder a essa oração empurrando para fora deste período de 5 anos sem emprego para algum lugar mais tarde na vida dessa pessoa (Isto porque, independentemente de qualquer coisa a pessoa tem de se submeter ao seu próprio destino; e isso só pode ser superado pela própria prática espiritual).

  • Algumas vezes divindades de um alto nível também podem ajudar em situações materiais de um aspirante espiritual se isso for um obstáculo para o seu crescimento espiritual.

2.2 Como as orações são respondidas?

  • Quando uma pessoa reza, ela lembra-se de Deus intensamente e tem um diálogo intimo com Ele sobre questões muito perto do seu coração. Pela lei da acção reflexa Deus também se sente mais próximo dele.

  • As orações têm também a capacidade de activar os princípios da divindade (aspectos de Deus) no Universo. As mais subtis frequências são geradas quando se expressa gratidão, juntamente com a oração. Essas frequências têm a capacidade de não só activar mas também de tocar a divindade; portanto o princípio da divindade é activado mais rapidamente. Esta activação do princípio da divindade (aspecto de Deus) resulta no cumprimento das orações pelo poder de resolver. Consulte o artigo sobre o que é uma divindade?

    As orações atraem frequências divinas subtis para a pessoa e como resultado o raja-tama que cobre a pessoa é destruído. Assim o ambiente ao redor da pessoa é destruído, o qual se torna comparativamente mais sāttvik. Como o componente básico sattva no ambiente que o rodeia é aumentado. Isto acontece porque a mente é influenciada pelo ambiente externo.

    • Sheaths

    • A oração aumenta as partículas do revestimento básico sutilsattva no corpo vital. Quando expressamos gratidão as partículas do componente básico subtil sattva no corpo mental aumentam. Então quando a oração é complementada com gratidão resulta na purificação do revestimento do corpo vital e mental

  • Por causa da purificação espiritual o revestimento do corpo vital e mental (as impressões de ambos os revestimentos) começam a ser destruídos. Como as impressões são reduzidas os pensamentos sobre nós próprios também são minimizados assim como a atracção pelas coisas materiais (Māyā) desce e isso leva a um aumento do desejo de Deus e um desejo de se fundir com Ele. Assim ambos os revestimentos são purificados e as energias negativas não podem entrar no corpo.

     

  • Quando oramos, estamos a aceitar a nossa incapacidade de resolver um problema por nós mesmos, e ao ver-nos como menores, o nosso ego é reduzido. Com a redução do ego há um aumento temporário do nível espiritual. Isto causa um aumento temporário no componente básico subtil sattva. Mais ainda, quando expressamos gratidão em nós a humildade ainda tem um efeito mais positivo sobre o nosso nível espiritual. Portanto a nossa comunicação com Deus aumenta. Esse aumento no componente subtil Sattva por si próprio aumenta a nossa capacidade de superar ou suportar um problema.

  • 3. Quando é que as nossas orações funcionam?

    Na nossa vida 65% dos acontecimentos são pré-destinados. Destino são aqueles eventos sobre os quais não temos qualquer controle. Por favor consulte o artigo sobre o destino e acção voluntária.

    Os eventos do destino bons ou maus, estão marcados para acontecer nas nossas vidas. Maus eventos do destino podem ser uma doença ou um mau casamento. As pessoas em média rezam a Deus principalmente quando os maus eventos acontecem na sua vida. Rezam a Deus para os livrar de um mau evento. No entanto, descobrimos que as nossas orações não são sempre respondidas.

  • Então qual é a lei? Quando a oração substitui o meu destino; Ou seja com a oração o próprio evento não acontece, ou pelo menos somos isolados deste.

    A regra de ouro é:

    • Se a oração é mais forte que a intensidade do evento que nos foi destinado então a oração é respondida.

    • Se a intensidade do destino é maior do que a oração, então a oração será respondida apenas parcialmente ou não será respondida.

    4. O que decide a eficácia da oração?

    Os seguintes factores definem a eficácia da oração:

    • O nível espiritual da pessoa que reza – Quanto mais alto o nível espiritual mais efectiva é a oração.

    • Qualidade da oração – Se a oração é mecânica ou se é realizada com emoção espiritual (bhāv) daquele que procura Deus.

    • Para o que se está a rezar (para si próprio ou para os outros) – Quando nós rezamos pelos outros a força espiritual requerida é muito maior. Quanto mais as pessoas que se tem a intenção que sejam afectadas pelo evento, maior é a força espiritual necessária para o efeito do resultado desejado. Unicamente os Santos de uma ordem superior podem provocar mudanças na sociedade.

    • Ego – Um ego inferior contribui para a eficácia da oração.

    • Qual a postura da oração (mudrā) é que a pessoa está a utilizar? Isto torna-se um factor importante para a maioria das pessoas assim como os factores acima são menores para a maioria das pessoas.

    4.1 O nível espiritual da pessoa e a oração

    O nível espiritual da pessoa que está a rezar é um dos critérios mais importantes para decidir a eficácia da oração.

    • Para aqueles os aspirantes espirituais com cerca de 60% de nível espiritual, a oração não é requerida. Eles agem de acordo com a emoção/sentimento espiritual que é “tudo o que tudo aconteça pela vontade de Deus”. Eles gradualmente experimentam de que tudo na sua vida acontece e é fornecido pela graça de Deus”. As suas mentes estão todo o tempo em estado de gratidão com Deus. Uma vez que esse estado é alcançado a oração não é mais necessária.

    • Orações de pessoas abaixo de 30% do nível espiritual têm falta de potência e na melhor das hipóteses dão-lhes apenas conforto psicológico. Isto deve-se à cobertura do ego que é muito alta de forma a que as suas orações não conseguem alcançar o princípio da divindade.

    • Assim, podemos ver que a oração funciona bem para as pessoas entre o nível espiritual de 30% a 60%.

      5. Qual é a melhor postura para rezar?

      Através da investigação espiritual, SSRF identificou e recomenda a seguinte mudrā ou postura que é mais condutiva para ganhar o máximo de energia através da oração.

      Os seguintes diagramas sutis mostram os dois estágios nesta postura (mudrā) e o que realmente acontece a nível espiritual quando se reza.

    • 5.1 Explicação estágio 1 da postura da oração (mudrā)

    • POR-Stage1-of-prayer-mudra.jpg

      O primeiro estágio desta postura (mudrā) é a pessoa levanter as mãos na oração.com os polegares gentilmente tocando a região do meio da testa (Ādnyā-chakra), o qual é o centro espiritual de energia no meio das sobrancelhas. É melhor começar a rezar depois de se entrar nesta posição.

      Quando inclinamos a nossa cabeça nesta posição de oração, ela desperta a emoção espiritual de entrega em nós. Esta por sua vez activa as frequências subtis apropriadas das divindades do Universo. Essas frequências divinas vêm através dos nossos dedos que actuam como receptores. Essas frequências são então canalizadas no nosso corpo através dos dedos para o centro de energia espiritual no meio das sobrancelhas (Ādnyā-chakra). O resultado é um aumento de energia espiritual positiva em nós que nos faz sentir aliviados ou nos dá um alívio da angústia física ou mental.

      5.2 Explicação do estágio 2 da postura da oração (mudrā)

    • POR-Stage2-of-prayer-mudra.jpg

      Após o término da sua oração, deve-se assumir a segunda postura (mudrā) como é mostrado no diagrama acima. Isto significa que em vez de pôr as suas mãos para baixo imediatamente, elas deverão ser colocadas no meio do peito de forma a que os pulsos toquem no peito. Isto facilita o processo de forma que a absorção da Consciência Divina seja mais completa no princípio da divindade. Assim inicialmente a Consciência divina do princípio da divindade que havia entrado na ponta dos dedos agora é também transmitido para a região do peito, a sede do Anāhat-chakra. Assim como o Ādnyā-chakra, o Anāhat-chakra também absorve as frequências Sattva. Tocando os punhos no peito, o Anaahat chakra desperta nos aspirantes espirituais a emoção espiritual.

      Neste estágio de oração mudrā, a pessoa deve ser introspectiva e comtemplar a experiência de estar na presença de Deus.

      5.2.1 Postura correcta da cabeça enquanto se reza

    • PORPrayer-position.jpg

      POR-Prayer-position-in-focus.jpg

       

      Pontos a observar:

      • O corpo deve estar erecto e não curvado.

      • Os dedos devem estar paralelos à testa. Os dedos não devem estar rígidos, mas relaxados.

      • Os dedos devem tocar um no outro não devem ficar afastados.

      • O polegar deve tocar levemente a área do Aadnyaa chakra.

      • As mãos devem ser gentilmente pressionadas uma com a outra – deve haver um pequeno espaço entre as palmas das mãos. No caso dos aspirantes espirituais com mais de 50% de nível espiritual não é necessário qualquer espaço entre as palmas das mãos.

      5.3 Quando se reza com emoção espiritual

      O diagrama a seguir mostra o que acontece quando uma pessoa reza com um nível espiritual de 50% com emoção espiritual. A primeira coisa que se deve notar é que as pessoas que estão perto também beneficiam da Consciência Divina (chaitanya) emitidas para fora do corpo). É por isso que muitas vezes se tem observado que quando as pessoas oram com emoção espiritual, a emoção espiritual dos outros na proximidade também é activada.

    • POR-Praying-with-sp-emotion.jpg

      5.4 Isso significa que sempre que rezamos deveremos tomar esta posição?

      Se alguém tem um nível espiritual mais elevado (acima dos 50%), frequências subtis divinas começam a ser recebidas directamente através do Brahmārandhra por si. O Brahmārandhra é uma abertura subtil acima doSahasraar chakra (como é designado pela ciência espiritual do yoga kundalini) que terá acesso à Mente Universal e ao Intelecto. Esta abertura subtil está fechada para pessoas com um nível espiritual mais baixo. O factor primário que ajuda na abertura do Brahmārandhra é um ego de nível baixo. Quando nesta fase de crescimento espiritual a necessidade de oração mudraa como foi explicado acima começa a ser cada vez menos necessária.

      No entanto, se uma pessoa está entre o nível espiritual de 50%-80% e complementa a sua oração com a recomendada mudraa, desta forma torna-se o benefício de uma Consciência Divina adicional. Este benefício adicional é de 30% maior no caso de uma pessoa com um nível espiritual de 50% e proporcionalmente vai-se tornando menor e menor à medida que o nível espiritual aumenta.

      Uma vez que a maioria das pessoas não têm um nível espiritual elevado elas são incapazes de receber frequências divinas através do Brahmārandhra. A maioria das pessoas (nível entre 30% e 60%) são, porém, capazes de receber frequências subtis com as pontas dos dedos (embora em muito menor escala), uma vez que as pontas dos dedos são muito sensíveis ao recebimento ou envio da energia subtil. Para esta secção de pessoas é melhor que utilizem a oração mudrā sugerida para fazer a oração. Todos os outros factores permanecem iguais, mas a oração usando a mudraa recomendada irá aumentar em cerca de 20% a eficácia das suas orações em oposição à não utilização desta mudrā.

      5.5 Eficácia comparativa das posições da oração

      Nós estamos expostos a diversas posições das mãos quando em oração. Na realização da pesquisa espiritual das várias posturas das mãos (mudrā) relacionadas com a oração, os resultados em termos de eficácia foram os seguintes:

      POR_Various-types-of-prayer-position.gif

       

      Notas de rodapé:

      1. 100% recebe-se o benefício espiritual completo que resulta na realização de Deus

      2. Nível de princípio de divindade manifesta ou seja maior, média ou de baixo nível

      3. Percentagem do princípio de divindade acedidos

      4. Isto mostra a possibilidade de as energias negativas interferirem com a pessoa que está a rezar de forma a que a oração não seja atendida, impedindo a fé da pessoa.

      Tente uma experimentação subtil por si mesmo onde faz a mesma oração com cada uma das posturas indicadas acima separadamente (mudrā).

      Em alguns casos as pessoas dão as mãos e rezam. Esta é também uma prática espiritualmente incorrecta, porque se a pessoa ao lado está afectada por uma energia negativa o mais provável é que essa energia seja transferida para si.

    • 6. Resumo dos pontos chave sobre o mecanismo da oração

      • O nível espiritual de uma pessoa geralmente é definido pelo facto de uma pessoa rezar para o seu crescimento espiritual ou para benefícios materiais. Dependendo to tipo de oração divindades mais altas ou mais baixas respectivamente respondem à oração daquele que reza.

      • A emoção espiritual com que se reza tem um impacto positivo na eficácia da oração.

      • Dependendo do tipo de mudraa que é usada, o benefício que a pessoa obtém pela oração pode variar.

      • Se todas as outras coisas permanecerem iguais, usando a postura recomendada (mudrā) para a oração aumenta a hipótese de ser respondida em cerca de 20%.

      • Orações de pessoas com um nível espiritual baixo para coisas que afectam a população em geral como por exemplo a paz mundial ou a redução do aquecimento global não têm efeito.

      • Quando se reza expressando gratitude em conjunto com a oração isso ajuda a aumentar a eficácia da oração.

 

Se você gostou desse post, consulte a fonte abaixo que tem muita informação bacana!!

Fonte: http://www.spiritualresearchfoundation.org/portuguese/AboutSpiritualResearch/SpiritualPractice/Prayers/How_does_prayer_work

publicado por momentoskatia às 18:04

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O que faz bem e o que faz...

. Envelhecer faz parte da v...

. A alma só envelhece se vo...

. Desabafo de um marido...

. Para maridos que não são ...

. O medo causado pela intel...

. O ESCRAVO ÉSOPO

. 10 comportamentos que pes...

. O mistério da vida...

. Salmo 23

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds