13
Jul 11

Um momento especial de renovação para minha alma e meu espírito, porque Deus, na sua infinita sabedoria, deu à natureza, a capacidade de desabrochar a cada nova estação e a nós capacidade de recomeçar a cada ano. 
Afinal fazer aniversário é ter a chance de fazer novos amigos, ajudar mais pessoas, aprender e ensinar novas lições, vivenciar outras dores e suportar velhos problemas. 
Sorrir novos motivos e chorar outros, porque, amar o próximo é dar mais amparo, rezar mais preces e agradecer mais vezes. 
Fazer Aniversário é amadurecer um pouco mais e olhar a vida como uma dádiva de Deus. 
É ser grato, reconhecido, forte, destemido. 
É ser rima, é ser verso, é ver Deus no universo; 
Parabéns prá mim nesse dia tão grandioso.

Viva eu!!!! 

 

 

 

publicado por momentoskatia às 04:32
sinto-me:

Linda tinha 7 anos quando ouviu sua mãe comentar com uma de suas amigas que, no dia seguinte, faria 30 anos.

Jamais Linda soubera que sua mãe fazia aniversário. Também nunca a vira ganhar um presente.

Por isso, foi até seu cofrinho, juntou todas as moedas e se dirigiu à loja da esquina.

Procurou um presente que pudesse se encaixar naquele preço. Havia bibelôs, mas ela pensou que sua mãe teria que espaná-los todos os dias.

Havia caixinhas de doces, mas sua mãe era diabética.

Finalmente, conseguiu comprar um pacote de grampos de cabelo.

Os cabelos de sua mãe eram longos e escuros. Ela os enrolava duas vezes na semana e, quando os soltava, ficava parecendo uma artista de cinema.

Em casa, Linda embrulhou os grampos em uma página de histórias em quadrinhos do jornal, porque não sobrou dinheiro para papel de presente.

Na manhã seguinte, à mesa do café, entregou o pacote à sua mãe e disse: "feliz aniversário, mamãe!"

Em silêncio, entre lágrimas, a mãe abriu o pacote. Já soluçando de emoção, mostrou ao marido, aos outros filhos: "sabe que é o primeiro presente de aniversário que recebo na vida?"

Beijou a filha no rosto, agradecendo e foi para o banheiro lavar e enrolar os cabelos, usando os grampos novos.

Quando a mãe saiu da sala, o pai aproximou-se de Linda e confidenciou: "Linda, quando eu era menino, lá no sertão, não nos preocupávamos em dar presentes de aniversário para adultos. Só para as crianças.

E, na família de sua mãe, eles eram tão pobres que nem isso faziam. Mas você me fez ver, hoje, que isso precisa mudar. Você inaugurou uma nova fase em nossa vida!!

Depois desse dia, a mãe de Linda ganhou presentes em todos os seus aniversários.

Os filhos cresceram. As condições da família melhoraram.

Então, quando a mãe de Linda completou 50 anos, os filhos todos se reuniram e lhe compraram um anel com uma pérola rodeada de brilhantes.

Programaram uma festa e o filho mais velho foi quem, em nome dos irmãos, entregou o anel.

Ela admirou o presente e mostrou a todos os convidados.

"Não tenho filhos maravilhosos?" Ficava repetindo de um em um.

Depois que todos os convidados se retiraram, Linda foi ajudar na arrumação.

Estava lavando a louça na cozinha, quando ouviu seus pais conversando na sala.

"Bem", dizia o pai. "que lindo anel seus filhos lhe deram. Acho que foi o melhor presente de aniversário de sua vida."

Depois de um breve silêncio, Linda ouviu a voz de sua mãe responder docemente: "sabe, Ted, é claro que este anel é maravilhoso. Mas o melhor presente que ganhei, em toda minha vida, foi aquela caixa de grampos. Aquele presente foi inesquecível."

 

***

Os atos que colocam colorido especial nas vidas são pequenos, silenciosos, e podem se manifestar a qualquer tempo.

É suficiente querer, usar a imaginação e deixar extravasar o coração.

Se você nunca brindou alguém com flores, com um cartão escrito de próprio punho;

Se você nunca surpreendeu alguém com uma festa surpresa, um presente inesperado, tente hoje.

Hoje é sempre o melhor tempo para começar o que é bom, novo e portador de felicidade.

Autor: Equipe de Redação do Momento Espírita com base no cap. Os grampos de cabelo, de autoria de Linda Goodman, do livro Histórias para aquecer o coração das mães, de Jack Canfield, Mark Victor Hansen, Jennifer Read Hawthorne e Marci Shimoff, ed. Sextante.

publicado por momentoskatia às 04:09
sinto-me:

Não há alimento melhor e mais completo do que a felicidade. Quem se nutre de felicidade permance saudável, não se enfraquecem nunca. E sabe porque? Por que a felicidade é o alimento da mente; é a felicidade quem enche a mente de poder. E, quando a mente e o intelecto são poderosos, seu estado de espírito também se torna poderoso. E assim, bem nutrido, você se mantêm totalmente inabalável. (por Brahma Kumaris)

 

Fonte:http://em-qualquer-lugar.blogspot.com/

publicado por momentoskatia às 03:07
sinto-me:

Uma viajante num aeroporto foi a uma loja e comprou um pequeno pacote de biscoitos para comer enquanto lia seu jornal. Gradualmente ela percebeu um ruído. Olhando por cima do jornal, ficou espantada ao ver um homem bem vestido pegando os biscoitos que ela comprara. Sem querer fazer escândalo, ela se inclinou e pegou um biscoito também.

Depois de um ou dois minutos ela ouviu o ruído mais uma vez. Ele estava pegando mais um biscoito! A essa altura, eles já haviam chegado ao final do pacote. Ela estava irada, mas evitou dizer qualquer coisa. Então, agindo como se tivesse a intenção de agravar ainda mais a indignação da viajante, o homem quebrou o último biscoito ao meio, deixou metade para ela, comeu a outra e saiu.

Ainda furiosa, quando anunciaram o vôo, a mulher abriu sua bolsa para pegar sua passagem. Para seu choque e vexame, lá estava seu pacote de biscoitos fechado.

É fácil fazer suposições sobre o que passa à nossa volta. Esperamos que as coisas sejam sempre baseadas em uma experiência passada, o que sabemos, ou o que nos contaram sobre certa situação. Suposições nem sempre são errôneas, mas não podemos confiar nelas. Muitas vezes elas levam à vergonha e constrangimento.

O orgulho e a falta de sensibilidade levou a mulher nessa história a supor que ela estivesse certa e que o homem estivesse errado. Em vez disso sua precipitação tornou-a completamente cega no tocante à bondade dele para com ela.

Quando você encontrar-se em conflito com os outros, evite suposições precipitadas. Só fale com certeza, utilizando o seu maior grau de sensibilidade.

“É com o coração que se vê corretamente. O essencial é invisível aos olhos”. (Antoine de Saint Exupèry)

 

Fonte: http://em-qualquer-lugar.blogspot.com/

publicado por momentoskatia às 03:00
sinto-me:

Julho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
15
16

17
21

24
25
26
27
29
30

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO