15
Fev 12

 

 

 

“Todos os nossos sonhos podem tornar-se realidade - se tivermos a coragem de persegui-los.”
(Walt Disney)


Sentimentos de apreensão sempre acompanham as pessoas que saem da zona de conforto. Inicialmente eles fazem com que você se sinta inseguro. É aí que se encontra o verdadeiro perigo. Preconceitos sobre o desconforto que está por vir fazem com que muitos desistam das mudanças desafiadoras que estão a um passo. O que acontece a essas pessoas? Nada emocionante.


Permanecem seguras na zona de conforto, apenas pensando em fazer algo novo e emocionante. Falam, sonham, talvez até desejem, mas nunca realmente experimentam o gosto de uma nova experiência PORQUE NUNCA AGEM! Você provavelmente conhece algumas pessoas assim.

 

Você as ouve dizer: “Eu poderia fazer isso.”... Eu poderia fazer aquilo.”... ou, “Um dia tentarei isso.”... ou, “Eu realmente farei isso.”... e “Não seria bom fazer isso?” Mas, apesar de todas essas conversas, elas realmente nunca fazem algo!!!


Não é que sejam preguiçosas. O que acontece é que querem evitar a insegurança. Posso compreender isso mas, no fim das contas, é um fator que lhes rouba a possibilidade de se tornarem melhores do que são atualmente. O fato de nunca agir aumenta a possibilidade de, mais tarde, você se arrepender de não ter tentado, de forma mais árdua, tornar-se a pessoa que sempre sonhou ser.


Alguns sentem-se desencorajados porque não recebem os aplausos por seus esforços na medida em que esperavam. Eles evitam esforços. Como você pode saber se a próxima tentativa não será aquela que acabará com a seca e lhe dará algo para ter esperança.


Há quem tema ficar embaraçado por ter feito algo de errado. Sem comentários. Não gosto de ficar remoendo erros do passado tanto quanto você. Mas se você tiver a chance de escolher entre ser conhecido por não ter feito nada grandioso ou por ter cometido alguns erros durante sua trajetória, tentando fazer algo significativo de sua vida, qual escolheria.


Parabéns! Eu sabia que escolheria fazê-lo.

Aquilo que era impossível fazer.

Alguém disse que fazer aquilo era impossível,

mas ele, com uma risadinha, replicou que talvez fosse,

mas que não diria isso, antes de tentar.

Então, ele se lançou à tarefa com um esboço de sorriso

no rosto, se estava preocupado, não demonstrou.

Começou a cantar, enquanto trabalhava naquilo que era impossível fazer, e fez.

Alguém zombou: “Você não conseguirá fazer isso;

pelo menos ninguém nunca fez”.

Ele, porém, arregaçou as mangas,

e, num piscar de olhos, lançou-se à tarefa.

De queixo erguido e com um pequeno sorriso,

sem duvidar ou vacilar,

ele começou a cantar, enquanto trabalhava naquilo

que era impossível fazer, e fez.

Milhares de pessoas dirão a você que fazer aquilo é impossível, milhares profetizarão seu fracasso;

milhares lhe apontarão, um por um,

todos os perigos à espreita.

Mas se você arregaçar as mangas

e com um pequeno sorriso lançar-se à tarefa,

se começar a cantar, enquanto trabalha naquilo

que é impossível fazer, você fará.

(Edgar A. Guest)

publicado por momentoskatia às 17:19
sinto-me:



Havia um pequeno menino que queria se encontrar com Deus. Ele sabia que tinha um longo caminho pela frente. Um dia encheu sua mochila com pasteis e guaraná e saiu para brincar no Parque. 

Quando ele andou umas 3 quadras, encontrou um velhinho sentando em um banco da praça olhando os pássaros. O menino sentou-se junto a ele,abriu sua mochila e ia tomar um gole de guaraná, quando olhou o velhinho e viu que ele estava com fome, então ofereceu-lhe um pastel. O velhinho muito agradecido aceitou e sorriu ao menino. 

Seu sorriso era tão incrível que o menino quis ver de novo; então ele ofereceu-lhe seu guaraná. Mais uma vez o velhinho sorriu ao menino. O menino estava tão feliz ! Ficaram sentados ali sorrindo, comendo pastel e bebendo guaraná pelo resto da tarde sem falarem um ao outro. 

Quando começou a escurecer o menino estava cansado e resolveu voltar para casa, mas antes de sair ele se voltou e deu um grande abraço ao velhinho. Aí o velhinho deu-lhe o maior sorriso que o menino já havia recebido. Quando o menino entrou em casa, sua mãe surpresa perguntou ao ver a felicidade em sua face. - O que você fez hoje? EU MAMÃE... NADA DE DIFERENTE MAMÃE... APENAS ALMOÇEI COM DEUS.

publicado por momentoskatia às 13:30
sinto-me:


Na explosão de uma fábrica em Nanjing, China, em 28 de julho de 2010. Um acidente que matou 13 pessoas e feriu 300 durante a explosão um MACACO foi gravado, salvando um filhote de cachorro do local da explosão. Ele segura o cão enquanto corria para fora da fábrica em chamas.
Esse evento pode tocar nossa “CONSCIÊNCIA COLETIVA”, os animais podem mostrar COMPAIXÃO e BONDADE para com o outro.
Muito diferente do rumo que caminha a humanidade.
Vamos nos conscientizar gente!!!!

publicado por momentoskatia às 12:55
sinto-me:

 
Eu fazia coleção dessas tampínhas.... Nossa!!! Sinto até o cheiro delas...
Muiiiiiiiiiito legal!!
publicado por momentoskatia às 12:36
sinto-me:



Porque eles dão tudo sem pedir nada.
Porque eles não tem o poder ... o homem que tem armas ... eles são indefesos.
Porque eles são eternas crianças, porque não sabem do ódio e da guerra ....
Porque eles não conhecem o dinheiro e se conformam apenas com um teto para abrigarem-se do frio
Porque não precisam de palavras para entender, porque o seu olhar é puro como sua alma.
Eles não sabem de inveja ou o ressentimento, porque o perdão é algo natural a eles.
Porque eles sabem amar com lealdade e fidelidade.
Eles dão a vida sem ter que ir a uma clínica de luxo.
Porque não compram amor, esperança mas simplesmente porque eles são nossos companheiros, amigos e nunca nos trairão
E porque eles estão vivos.
Por essa e mil outras coisas ... eles merecem o nosso amor ...!
Se nós aprendemos a amá-los como eles merecem ... estaremos mais perto de Deus.
( Madre Teresa de Calcutá )

publicado por momentoskatia às 12:17
sinto-me:

Fevereiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
16
18

19
20
21
22
24
25

26
27


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO