02
Mai 16

avos.jpg

Certa vez, fiquei observando meu pai brincar com meus sobrinhos. Espantada, não era o meu pai que eu via: era o meu avô, o pai dele. O mesmo aconteceu outro dia em que minha mãe sovava a massa do pão: era a mãe dela que eu enxergava, com toda sua força e alegria na cozinha.

Rubem Alves escreveu uma crônica pro seu neto Tomazinho quando este ainda estava aprendendo a falar. No texto, o escritor conta que o menino adorava brincar de cavalinho sentado sobre as pernas do avô: “você brinca de cavaleiro, meus braços segurando os seus, você rindo, querendo sempre mais, e eu cantarolando uma canção que sua bisavó, a Oma, cantava para os netos, em alemão”.

Quando somos crianças, não temos noção de que nossos avós não são eternos. E o tempo passa tão rápido que, de repente, não temos mais os nossos avós por perto. Mesmo com eles ainda vivos, nossa correria diária cheia de compromissos muitas vezes nos faz adiar visitas e reencontros.

Até que um dia surge uma vontade inesperada de comer aquele bolo de laranja gostoso que só a vovó sabia fazer. Rubem Alves sabia disso, ele deixou para o seu neto esta mensagem: “se você tiver vontade de andar a cavalo é porque estará com saudade da perna do seu avô…”.

Hoje eu não tenho mais uma casa de avós para visitar. Infelizmente, os quatro já se foram. Mas os visito constantemente nas minhas saudades. Na casa dos avós podia tudo, mesmo quando eles ficavam bravos com os netos. Lá a gente brincava de “gato mia”, subia no telhado, entrava no jardim. Pegava hortelã e cebolinha da horta para fazer comida para as bonecas. Molhava o pão com manteiga no leite com café. Achava os chocolates escondidos no armário. Brincava com o galinho do tempo que ficava na estante da sala — aquele que mudava de cor dependendo da umidade.

Hoje é fácil perceber como não importava se a vovó trocava o nosso nome ou se o vovô não tinha condições de nos dar um presente caro. Como também não importava se chovia ou se o tempo estava seco (se o galinho estava rosa ou azul). Naquele tempo de ternura, travessuras e simplicidade, o que importava era o colo caloroso de nossos avós. Aquele era o jeito deles brincarem de cavalinho conosco.

Repare como o amor de nossos avós supera o tempo e a distância; eles também vivem em nossos pais. Olhe o seu pai brincando com seus filhos: é o pai dele se divertindo com você e seus irmãos. Observe sua mãe preparando o almoço: é a mãe dela abençoando a cozinha.

De geração em geração, a vida dá seu testemunho: os avós não morrem. A memória do que foi bom e bonito permanece nas partidas de baralho e nas pescarias, no sorvete de groselha e nos sonhos de goiabada, nos panos de pratos bordados por nós e nas histórias que passamos para frente.

 

fonte - http://www.revistabula.com/6267-avos-nao-morrem-eles-vivem-dentro-da-gente/

publicado por momentoskatia às 01:40

OscarWilde.jpg

1 — Viver é a coisa mais rara do mundo. A maioria das pessoas apenas existe.
2 — Seja você mesmo. Todas as outras personalidades já têm dono.
3 — Dinheiro não traz felicidade, mas dá uma sensação tão parecida que é necessário um especialista para ver a diferença.
4 — Todos estamos deitados na sarjeta, só que alguns estão olhando para as estrelas.
5 — A verdade raramente é pura e jamais é simples.
6 — O homem que se ocupa do passado não merece ter um futuro.
7 — Não quero ir para o céu: nenhum dos meus amigos está lá.
8 — Os que são amados pelos deuses amadurecem sem envelhecer.
9 — Qualquer um pode fazer uma coisa. O mérito está em fazer o mundo acreditar que foi você quem a fez.
10 — Não sou jovem o suficiente para saber tudo.
11 — Um sonhador é aquele que só ao luar descobre seu caminho e que, como punição, vê o dia amanhecer antes do resto do mundo.
12 — Dinheiro é como adubo: só serve quando espalhado.
13 — O mais terrível não é termos nosso coração partido (pois corações foram feitos para ser partidos), mas transformar nossos corações em pedra.
14 — O passado sempre poderia ser anulado. O arrependimento, a negação ou o esquecimento poderiam fazê-lo. Mas o futuro era inevitável.
15 — Desculpe-me, não reconheci você: eu mudei muito.
16 — Ser natural é a mais difícil das poses.
17 — Nenhum homem é suficientemente rico para comprar seu passado.
18 — Tudo no mundo está relacionado a sexo, exceto o próprio sexo, que está relacionado a poder.
19 — É absurdo dividir as pessoas em boas e más. Elas são apenas encantadoras ou tediosas.
20 — Só existem duas regras para escrever: ter algo a dizer e dizê-lo.
21 — A única diferença que existe entre um capricho e uma paixão eterna é que o capricho dura um pouco mais.
22 — Como não foi genial, não teve inimigos.
23 — Fazer parte da sociedade é uma amolação, mas estar excluído dela é uma tragédia.
24 — Se for dizer a verdade aos outros, faça-os rir, do contrário eles o matarão.
25 — Quando me acontece pensar à noite em meus defeitos, adormeço imediatamente.
26 — Adoro os prazeres simples. Eles são o último refúgio dos homens complicados.
27 — Nós devíamos simpatizar com a alegria. Quanto menos falarmos das chagas da vida, melhor.
28 — A tragédia da velhice não consiste em ser velho, mas em ter sido jovem.
29 — Trabalho é aquilo que as pessoas fazem quando não têm nada para fazer.
30 — A vantagem de brincar com fogo é aprender a não se queimar.
31— A experiência não tem nenhum valor ético, é simplesmente o nome que damos aos nossos erros.
32 — Alguns causam felicidade aonde quer que vão; outros, sempre que se vão.
33 — A pontualidade é uma ladra do tempo.
34 — Meus próprios problemas sempre me entediam mortalmente. Prefiro os dos outros.
35 — Tenho gostos extremamente simples: só o melhor me satisfaz.
36. Perdoe sempre seu inimigo. Não há nada que o enfureça mais.
37 — O sofrimento é o meio pelo qual existimos, porque é o único responsável por termos consciência de existir.
38 — Só se põe a vida a perder quando ela para de evoluir.
39 — Às vezes podemos passar anos sem realmente viver, e de repente toda a nossa vida se concentra em um só instante.
40 — Com liberdade, flores, livros e a lua, quem não seria completamente feliz?
41 — Nos tempos atuais, os jovens pensam que o dinheiro é tudo, algo que comprovam quando ficam mais velhos.
42 — Convém ser moderado em tudo, até na moderação.
43 — Deem-me o supérfluo, pois o necessário qualquer um pode ter.
44 — Estou convencido de que Deus fez um mundo diferente para cada homem, e de que é nesse mundo, que está dentro de nós mesmos, que devemos tentar viver.
45 — Se somos tão inclinados a julgar os outros, é porque tememos por nós mesmos.
46 — A melhor maneira de livrar-se da tentação é ceder a ela.
47 — Nunca viajo sem meu diário. Sempre deveríamos levar algo admirável para ler no trem.
48 — Dever é o que esperamos do comportamento dos outros.
49. Nada pode curar a alma, exceto os sentidos.
50 — O cinismo consiste em ver as coisas como realmente são, não como deveriam ser.
51 — Há coisas que são preciosas justamente porque duram pouco.
52 — Para a maioria de nós, a verdadeira vida é a que não levamos.
53 — É monstruosa a forma como as pessoas criticam as outras pelas costas, dizendo coisas absoluta e completamente verídicas.
54 — O mundo é um palco, mas seu elenco é um horror.
55 — Só existe no mundo uma coisa pior do que falarem de nós. É não falarem.
56 — É muito difícil não ser injusto com quem amamos.
57 — Só os superficiais chegam a conhecer a si mesmos.
58 — Quando as pessoas concordam comigo, tenho sempre a impressão de que devo estar enganado.
59 — Só podemos dar uma opinião imparcial sobre as coisas que não nos interessam; sem dúvida, por isso mesmo, as opiniões imparciais carecem de valor.
60 — Em assuntos de vital importância, o essencial é ter estilo, não sinceridade.
61 — As desventuras são suportáveis porque vêm de fora, são meros acidentes. É no sofrimento causado pelas nossas próprias faltas que sentimos a ferroada da vida.
62 — Escolho meus amigos pela beleza, meus conhecidos pelo caráter e meus inimigos pela inteligência.
63 — A vida não é complicada, nós é que somos. A vida é simples e o simples é sempre correto.
64 — O fato de um homem morrer por uma causa não diz nada a respeito do valor dela.
65 — Definir é limitar.
66 — O tolo nunca se recupera de um sucesso.
67 — Quando a pessoa está apaixonada, começa por enganar a si mesma e acaba enganando os outros. Isso é o que o mundo chama de romance.
68 — O que nos absolve é a confissão, não o padre.
69 — Gosto de escutar a mim mesmo. É um dos meus maiores prazeres. Converso comigo com frequência e sou tão inteligente que às vezes não entendo uma só palavra do que digo.
70 — Uma ideia que não seja perigosa não merece ser chamada de ideia.
71 — Nos melhores dias da arte, não existiam críticos de arte.
72 — A educação é algo admirável, mas é bom recordar que nada que valha a pena saber pode ser ensinado.
73 — Crie a si mesmo. Seja seu próprio poema.
74 — A arte da música é a que está mais perto das lágrimas e das lembranças.
75 — Afinal, o que é a moda? Do ponto de vista artístico, uma forma tão intolerável de horror que tem de ser mudada a cada seis meses.
76 — Amar a si mesmo é o começo de um romance que vai durar a vida inteira.
77 — A pessoa se torna mais trivial quando se leva a sério.
78 — Ensinamos as crianças a recordar, mas não as ensinamos a crescer.
79 — A cada boa impressão que causamos, conquistamos um inimigo. Para ser popular, é preciso ser medíocre.
80 — Nada é tão perigoso como ser moderno demais. Fica-se com uma tendência a virar antiquado de repente.
81 — O pessimista é aquele que reclama do barulho quando a oportunidade bate à porta.
82 — Cada um de nós tem um céu e um inferno dentro de si.
83 — Experiência é algo que não se consegue de graça.
84 — Se a natureza tivesse sido confortável, o ser humano jamais teria inventado a arquitetura.
85 — A ilusão é o primeiro dos prazeres.
86 — As riquezas comuns podem ser roubadas, mas as de verdade, nunca. Em sua alma há coisas infinitamente preciosas que ninguém jamais poderá tirar de você.
87 — Qualquer um pode ter empatia com o sofrimento de um amigo. É simpatizar com o sucesso dele que exige uma natureza delicada.
88 — A obra foi um sucesso, mas o público fracassou retumbantemente.
89 — Quando descobrirmos as leis que regem a vida, perceberemos que os homens de ação têm mais ilusões do que os sonhadores.
90. Ela se comporta como se fosse bela. Esse é o segredo do seu encanto.
91. Descobrir exatamente o que não aconteceu nem vai acontecer é um privilégio inestimável de todo homem culto e talentoso.
92 — No amor, todos os caminhos acabam de forma igual: desilusão.
93 — A sensação mais agradável do mundo é fazer uma boa ação anonimamente e ela ser descoberta.
94 — Dê uma máscara ao homem e ele dirá a verdade.
95 — Cada um de nós é seu próprio demônio e faz deste mundo um inferno.
96 — A arte nunca deve tentar ser popular. O público é que deve tentar ser artístico.
97 — Há duas tragédias nesta vida: uma é não conseguir o que se quer, outra é conseguir.
98 — A insatisfação é o primeiro passo para o progresso de um homem ou de uma nação.
99 — A vida é apenas um tempinho horroroso cheio de momentos deliciosos.

 

Filho de um médico e de uma escritora, Oscar Wilde nasceu em Dublin, Irlanda, em 16 de outubro de 1854. Adepto do esteticismo — arte pela arte —, suas principais obras são o romance “O Retrato de Dorian Gray”, considerado uma das obras-primas da literatura inglesa, e a peça “A Importância de ser Prudente”, que reúne alguns dos melhores aforismos de Wilde e faz uma contraposição a ideologia da sociedade vitoriana.

Por sua homossexualidade, Oscar Wilde foi alvo de um célebre processo — “por cometer atos imorais com diversos rapazes” — que o levou a cumprir dois anos de prisão com trabalhos forçados entre 1895 e 1897. Durante o cárcere, o autor de “O Príncipe Feliz”, “O Rouxinol e a Rosa” e “Salomé” escreveu algumas das obras que ajudaria a imortaliza-lo, entre elas, “De Profundis”, uma longa carta de recriminações a seu ex-amante, na qual Wilde explica sua conduta sem tentar defendê-la; o ensaio anarquista “A Alma do Homem sob o Socialismo”; e a célebre “Balada do Cárcere de Reading”, revelando as condições inumanas da vida na prisão.

Depois de ser libertado, Oscar Wilde foi morar na França e adotou o pseudônimo de Sebastian Melmoth. Passou seus últimos anos de vida em Paris. Morreu em dia 30 de novembro de 1900, vitimado por uma meningite, agravada pelo álcool e pela sífilis. Neste post, reunimos os 99 aforismos compilados por Allan Percy.

fonte - http://www.revistabula.com/3841-99-aforismos-classicos-de-oscar-wilde/

publicado por momentoskatia às 01:01

Maio 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
17
18
19
20
21

24
25
26
27
28

29
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO